Origem do problema do mal em santo agostinho

4236 palavras 17 páginas
I. ORIGEM DO PROBLEMA DO MAL EM SANTO AGOSTINHO

I - 1. PANORAMA GERAL

Santo Agostinho, grande Filósofo e Teólogo, buscou apaixonadamente conhecer a realidade da alma e de Deus. Não teve dúvida da capacidade de demonstrar racionalmente a existência de Deus e propôs os argumentos do devir e da contingência que foram parte das bases da demonstração racional da existência de Deus através das cinco vias de Santo Tomás de Aquino.
Como homem inquieto e insatisfeito, depois de experimentar ele mesmo na própria carne a evidência do mal e suas conseqüências, sentiu forte inquietação por encontrar uma resposta frente ao problema do mal. Trabalhou longamente na investigação do mal até o ponto de poder-se afirmar que foi o primeiro a estudar sistematicamente, desde o ponto de vista filosófico até o teológico, o problema do mal. Santo Agostinho se pergunta angustiosamente sobre a origem do mal. Em sua conhecida obra Confissões escreve:

Eis Deus, e eis as suas criaturas. Deus é bom, poderosíssimo e imensamente superior a elas. Sendo bom, criou coisas boas, e assim as envolve e completa. Mas então onde está o mal, de onde veio e como conseguiu penetrar? Qual a sua raiz, qual a sua semente? Ou talvez não exista?...(Confissões, VII, 5, 7. p. 179.)

“Eu, porém continuava a procurar a origem do mal, e não encontrava resposta” (Confissões, VII, 7, 11. p. 184.). Diante dessas considerações observamos na vida Santo Agostinho como primeiro buscou sem descanso uma teoria já existente

Relacionados

  • Comentário sobre o Livro VII, Capítulo 12: “O Problema do Mal. A Perfeição das criaturas”, das “Confissões” de Santo Agostinho
    997 palavras | 4 páginas
  • Livre arbítrio - santo agostinho
    2792 palavras | 12 páginas
  • A relação entre deus e homem em santo agostinho
    4387 palavras | 18 páginas
  • Trabalho de filosofia
    926 palavras | 4 páginas
  • A felicidade em santo agostinhos
    2091 palavras | 9 páginas
  • A origem do mal em santo agostihno
    8117 palavras | 33 páginas
  • A filosofia medieval de santo agostinho
    3845 palavras | 16 páginas
  • Etica
    4216 palavras | 17 páginas
  • Santo agostinho e são tomas de Aquino
    3092 palavras | 13 páginas
  • apostila 8 ano anglo
    17180 palavras | 69 páginas