Os meus romanos: Alegrias e tristezas de uma educadora alemã no Brasil

1563 palavras 7 páginas
OS MEUS ROMANOS ALEGRIAS E TRISTEZAS DE UMA EDUCADORA ALEMÃ NO BRASIL. Ressenssor: (Veron Alan de Jesus Luz)

O livro intitulado Os meus romanos, alegrias e tristezas de uma educadora alemã no Brasil, escrito por Ina Von Binzer, uma educadora alemão que emigrou-se para o Brasil e aqui permaneceu entre os anos 1881 e 1884, Usando o pseudônimo de Ulla von Eck, escreveu cartas para sua amiga Gret que residia na Alemanha, estas foram compiladas em um livro publicado em segunda edição pela Editora Paz e Terra em 1994, numa edição revisada e bilíngue. A tradução está assinada por Alice Rossi e Luisita da Gama Cerqueira e os prefácios são de Paulo Duarte e Antônio Callado. Este livro, foi escrito sob a forma de cartas romanceadas, mostra-nos em minúcias, as características que eram comuns no campo educacional brasileiro, nas palavras de uma autentica aplicadora de aulas avulsas e faz um peculiar retrato da sociedade brasileira.
Esta obra foi produzida num momento de diversas transições no país, nas últimas décadas do século XIX, eram nítidas as inevitáveis mudanças as quais o Brasil estava passando. Vendo muito próxima a abolição da escravidão, Ulla consegue capturar com riqueza de detalhes, obviamente permeada pela visão europeia, os comportamentos típicos de uma nação essencialmente escravista, onde o trabalho braçal era visto com completa ojeriza e toda a riqueza era produzida por mãos negras e escravas.
De acordo com Paulo Duarte, escritor do prefácio dessa obra, Binzer

Relacionados