Os movimentos sociais no brasil

2682 palavras 11 páginas
Os Movimentos Sociais no Brasil
A análise dos movimentos sociais no Brasil revelam forte enfoque teórico oriundo do marxismo, sejam eles vinculados ao espaço urbano e/ou rural. Tais movimentos, quando se referiam ao espaço urbano possuíam um leque amplo de temáticas como por exemplo, as lutas por creches, por escola pública, por moradia, transporte, saúde, saneamento básico etc. Quanto ao espaço rural, a diversidade de temáticas expressou-se nos movimentos de bóias-frias (das regiões cafeeiras, citricultoras e canavieiras, principalmente), de posseiros, sem-terra, arrendatários e pequenos proprietários. Cada um dos movimentos possuía uma reivindicação específica, no entanto, todos expressavam as contradições econômicas e
…exibir mais conteúdo…

Uma das atividades do grupo consiste na ocupação de terras improdutivas como forma de pressão pela reforma agrária, mas também há reivindicação quanto a empréstimos e ajuda para que realmente possam produzir nessas terras. Para o MST, é muito importante que as famílias possam ter escolas próximas ao assentamento, de maneira que as crianças não precisem ir à cidade e, desta forma, fixar as famílias no campo.
A organização não tem registro legal por ser um movimento social e, portanto, não é obrigada a prestar contas a nenhum órgão de governo, como qualquer movimento social ou associação de moradores. O movimento recebe apoio de organizações não governamentais e religiosas, do país e do exterior, interessadas em estimular a reforma agrária e a distribuição de renda em países em desenvolvimento. Sua principal fonte de financiamento é a própria base de camponeses já assentados, que contribuem para a continuidade do movimento. Dados coletados em diversas pesquisas demonstram que os agricultores organizados pelo movimento têm conseguido usufruir de melhor qualidade de vida que os agricultores não organizados. O MST reivindica representar uma continuidade na luta histórica dos camponeses brasileiros pela reforma agrária. Os atuais governantes do Brasil tem origens comuns nas lutas sindicais e populares, e portanto compartilham em maior ou menor grau das

Relacionados

  • Os movimentos sociais no brasil
    2330 palavras | 10 páginas
  • Movimentos sociais maria da gloria gohn
    6587 palavras | 27 páginas
  • Sociologia- Antecedentes Históricos
    1235 palavras | 5 páginas
  • Sociologia - Movimentos Sociais
    2954 palavras | 12 páginas
  • Os sem-terra, ONGs e cidadania
    3362 palavras | 14 páginas
  • Os movimentos sociais e a contrução da cidadania: um estudo do projeto capoeira angola
    5860 palavras | 24 páginas
  • PPAP
    1377 palavras | 6 páginas
  • Sociologia
    3657 palavras | 15 páginas
  • Mídia Independente no Brasil
    2939 palavras | 12 páginas
  • Movimentos Sociais no Brasil : Período Colonial
    2819 palavras | 12 páginas