Penicilina

5445 palavras 22 páginas
Introdução: Este trabalho tem como objetivo descrever os processos e funcionalidades da penicilina. Para tal entendimento é necessário entender um pouco da história da mesma.
As penicilinas constituem uma das mais importantes classes de antibióticos e são amplamente utilizadas no tratamento clínico de infecções causadas por diversas bactérias. A descoberta da penicilina é creditada ao Dr. Alexander Fleming que, em 1928, observou, ao estudar em laboratório variantes de estafilococos, que a cultura de um tipo de fungo, Penicillium notatum, produzia uma substância que inibia o crescimento bacteriano. Esta substância recebeu, em função do microorganismo que lhe deu origem, o nome de penicilina.
Em virtude de dificuldades na sua produção e purificação, a penicilina só foi usada no tratamento de infecções a partir de 1941, quando o Dr. Howard W. Florey e colaboradores a produziram em quantidades suficientes para uso clínico. Os primeiros ensaios clínico-terapêuticos com o uso desta classe de antibióticos em humanos foram conduzidos com sucesso nos EUA na década de 40, objetivando o tratamento de infecções estreptocócicas e gonocócicas. Desde então, a penicilina passou a ser utilizada no tratamento de diversas infecções. Com o decorrer do tempo, foram necessárias alterações na sua estrutura química inicial diante da emergência de bactérias resistentes e da necessidade de ampliação do seu espectro de ação antibacteriano

A penicilina salvou milhares de vidas de

Relacionados

  • Penicilinas
    5277 palavras | 22 páginas
  • Produção de penicilina
    2994 palavras | 12 páginas
  • SULFONAMIDAS
    5047 palavras | 21 páginas
  • Os avanços da medicina após 2° Guerra Mundial
    1925 palavras | 8 páginas
  • Antibioticoterapia
    4628 palavras | 19 páginas
  • antibióticos
    1457 palavras | 6 páginas
  • calculos de medicamentos
    1321 palavras | 6 páginas
  • Calculos medicação
    1347 palavras | 6 páginas
  • UTILIZA O DOS FUNGOS NA MEDICINA
    497 palavras | 3 páginas
  • Prescricao medicamentosa
    1848 palavras | 8 páginas