Pentecostalismo

3996 palavras 16 páginas
TEMA: PENTECOSTALISMO E NEOPENTECOSTALISMO

Introdução
O presente trabalho tem por finalidade abordar o pentecostalismo e o fenômeno neopentecostal, este último vem se destacando e crescendo de maneira acelerada nos dias atuais, inclusive no Brasil. Discorrer-se-á sobre suas vertentes históricas, os pontos controvertidos entre o pentecostalismo clássico e o neopentecostalismo, sua relação com a disciplina Teologia e Cultura, e sua relação com os Direitos humanos.
Procurar-se-á apontar a essência da doutrina cristã, os fundamentos, as características e objetivos da doutrina pentecostalista e neopentecostalista, comparando-os em suas relações com o sistema econômico que domina a sociedade contemporânea. Por meio dessa abordagem, pretende-se desenvolver um senso crítico sobre os reais motivos que deram origem ao neopentecostalismo, sua base de sustentação e a forma pela qual vem sendo difundindo e arrebanhando milhares de fiéis, considerando, para tanto, a teologia da prosperidade e a Confissão Positiva.
1 – Pentecostalismo e Neopentecostalismo – Dados Históricos
O Movimento Protestante teve inicio no século XVI com o monge Agostiniano Martinho Lutero, o qual pretendia a Reforma da Igreja Católica. Os motivos para essa reforma incluíram principalmente as práticas ilegítimas da Igreja Católica, além da divergência em relação a outros princípios católicos, como a adoração de imagens, o celibato, as missas em latim, a autoridade do Papa, entre outros.
Nos Estados

Relacionados

  • Igrejas Pentecostais
    1458 palavras | 6 páginas
  • Resenha Gedeon Alencar: “Assembleias de Deus: origem, implantação e militância.”
    2044 palavras | 9 páginas
  • Monografia, teologia da prosperidade
    18579 palavras | 75 páginas
  • Igreja congregação crista no brasil
    4027 palavras | 17 páginas
  • religioes predominante no brasil
    991 palavras | 4 páginas
  • IGREJA – MODELO DOUTRINÁRIO QUE CUMPRE A VONTADE DE DEUS - JUSTIÇA E IGUALDADE SOCIAL.
    6819 palavras | 28 páginas
  • Uma Geração que Desaprendeu a Orar - Resenha Crítica
    1585 palavras | 7 páginas
  • TCC Antonio Corobim 1
    14339 palavras | 58 páginas
  • Religiões no brasil
    5198 palavras | 21 páginas