Planisfério de Cantino

3770 palavras 16 páginas
Planisfério de Cantino

Alessandra Luccas
Anna Santos
Flávia Lemos
Natália Freitas
Nathália Vieira
Pedro Calabro

Disciplina: Introdução à Cartografia
Docente: Profa. Fernanda Padovesi
Geografia Noturno (1º Semestre)

1. Objetivo

O trabalho teve como objetivo relacionar o Planisfério de Cantino e seus elementos aos aspectos sociais e de inovações técnicas da época, observando como eles estão representadas no mapa.

2. Metodologia

Para a realização das pesquisas sobre o Planisfério de Cantino foi seguido um roteiro com base em Brian Harley.

1. O contexto do cartógrafo: a) Técnicas de navegação e topografia; b) Quem determinou a forma e conteúdo do mapa; c) Qual é o público-alvo; d) Por quê, quem e como. 2. O
…exibir mais conteúdo…
A partir da retomada do pensamento greco-romano, a utilização das projeções matemáticas na cartografia possibilitou o desenvolvimento de medidas abstratas, que são facilmente intercambiáveis, pois não dependem da natureza do objeto a ser pesado ou medido (Ferreira, 2009).
Em período anterior às grandes descobertas ultramarinas, a navegação no
Ocidente era restrita ao Mediterrâneo, baseando-se no avistamento de traços salientes no litoral, que constituiu uma informação corográfica. A navegação também se dava por ponto-fantasia: entre dois pontos, determinava-se a rota a seguir, mantendo o mesmo rumo indicado pela bussola até certa distância, onde efetuava-se mudança de rumo, até chegar-se ao destino. Os meridianos e paralelos eram deformados pela declinação magnética (ainda ignorada), ou seja, o piloto não corrigia o norte geográfico que pode ser indicado através da navegação astronômica pelo sol ou pela Ursa Menor. O primeiro mapa que organiza seus meridianos e paralelos pelo norte geográfico é o Planisfério de
Cantino (Ferreira, 2010).
Com a exploração das terras africanas na altura da Guiné, os portugueses sentiam dificuldade de retornar as naus a Portugal pela presença de regime e ventos e correntes marítimas da região, dominada por alísios de nordeste. A melhor forma de regresso era adentrar o Atlântico, na altura de

Relacionados

  • A linguagem cartográfica
    835 palavras | 4 páginas
  • Resumo de américa portuguesa: os descobrimentos do brasil
    1337 palavras | 6 páginas
  • Contríbuto dos portugueses nos séculos xv e xvi
    1860 palavras | 8 páginas
  • A ABERTURA EUROPEIA AO MUNDO – MUTAÇÕES NOS CONHECIMENTOS, SENSIBILIDADES E VALORES NOS SÉCULOS XV E XVI
    12918 palavras | 52 páginas