Pneumoconiose no trabalho

1071 palavras 5 páginas
PNEUMOCONIOSE

O termo pneumoconiose é largamente utilizado quando se designa o grupo de pneumopatias relacionadas a inalação de poeiras em ambientes de trabalho. Excluem-se dessa denominação as reações obstrutivas como asma, bronquite e enfisema. Apesar de esse conceito englobar a maior parte das alterações envolvendo o pulmão, o termo pode não ser adequado quando usado em caso de pneumopatias por processos de hipersensibilidade pulmonar. No entanto, o mesmo continuará a ser utilizado para designar esse grupo de doenças. As pneumoconioses são didaticamente divididas em fibrogênicas e não fibrogênicas sendo diferenciado pelo tipo de poeira e reação do tecido pulmonar. Apesar de existirem alguns tipos de pneumoconioses fibrogênicas e não fibrogênicas, como a silicose e a asbestose, de um lado, e a baritose, de outro, existe a possibilidade de poeiras tidas como não fibrogênicas produzirem algum grau de fibrose, dependendo da dose e das condições de exposição.

SIDEROSE

O termo siderose é utilizado para caracterizar a deposição de ferro nos tecidos vivos. Habitualmente, diz respeito à patologia que acomete os pulmões, resultante da inalação de partículas de ferro.
Foi descrita primeiramente por Doig e McLaughlin, no ano de 1936, em um soldador de arco elétrico. Esta patologia comumente acomete trabalhadores expostos a atividades extrativas de minério de ferro, produção de pigmentos naturais que contem óxidos de ferro em pisos e

Relacionados

  • Trabalho
    4654 palavras | 19 páginas
  • DOENÇAS DO SISTEMA RESPIRATÓRIO RELACIONADAS COM O TRABALHO
    1102 palavras | 5 páginas
  • TRABALHOS
    404 palavras | 2 páginas
  • Trabalho
    3438 palavras | 14 páginas
  • trabalho
    1674 palavras | 7 páginas
  • TRABALHOS
    2229 palavras | 9 páginas
  • Pneumoconiose
    2003 palavras | 9 páginas
  • Trabalho
    6939 palavras | 28 páginas
  • Trabalho
    1621 palavras | 7 páginas
  • Trabalho
    994 palavras | 5 páginas