Politica social de atenção à criança, adolescente e idoso

2391 palavras 10 páginas
UNIVERSIDADE ANHANGUERA- UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

D

ATPS DE POLITICA SOCIAL DE ATENÇÃO À CRIANÇA, ADOLESCENTE E IDOSO

MANAUS/AM

2012

UNIVERSIDADE ANHANGUERA- UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

ATPS DE POLITICA SOCIAL DE ATENÇÃO À CRIANÇA, ADOLESCENTE E IDOSO.

MANAUS/AM

2012

ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Segundo, a integra da Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990 – Estatuto da Criança e do Adolescente – e a convenção sobre os direitos da criança, aprovada pele assembleia geral das nações unidas de 20 de Novembro de 1989.

A Assembleia Nacional Constituinte referendou duas Emendas Populares com mais de 1,5 milhão
…exibir mais conteúdo…
Seção II – Da Família Natural

Art. 25 Entende-se por família natural a comunidade formada pelos pais ou qualquer deles e seus descendentes.

Art. 26 Os filhos havidos fora do casamento poderão ser reconhecidos pelos pais, conjunta ou separadamente, no próprio termo de nascimento, por testamento, mediante escritura ou outro documento publico, qualquer que seja a origem da filiação.

Seção III - Disposições Gerais

Art. 32 Ao assumir a guarda ou a tutela, o responsável prestara compromisso de bem e fielmente desempenhar o encargo, mediante termo nos autos.

CAPITULO IV – Do Direito à educação, ao esporte a ao Lazer

Art. 55 Os pais ou responsável têm a obrigação de matricular seus filhos ou pupilos na rede regular de ensino.

CAPITULO V – Do à Profissionalização e à proteção no Trabalho

Art. 60 É proibido qualquer trabalho a menor de quatorze anos de idade, salvo na condição de aprendiz.

TITULO III – Da Prevenção

CAPITULO I - Disposições Gerais

Art. 71 A criança e o adolescente tem direito a informação, cultura, lazer, esporte, diversões, espetáculos e produtos e serviços que respeitem a sua condição peculiar de pessoa em desenvolvimento.

CAPITULO II – Da Prevenção Especial

Seção I – Da informação, Cultura, Lazer, Esportes, Diversões Espetáculos.

Art. 74 O poder

Relacionados

  • Pessoa em situação de rua segundo a tipificação nacional da assistência social
    2430 palavras | 10 páginas
  • Direitos sociais amparo aos desamparados
    1795 palavras | 8 páginas
  • Protocolo de serviço social
    3386 palavras | 14 páginas
  • Centros de acolhida
    4446 palavras | 18 páginas
  • levantamento de demandas
    1265 palavras | 6 páginas
  • DIAGNOSTICO INSTITUCIONAL SERVIÇO SOCIAL
    2070 palavras | 9 páginas
  • Diagnostico institucional
    1051 palavras | 5 páginas
  • A efetividade do estatuto do idoso
    7494 palavras | 30 páginas
  • Relatorio de estagio serviço social creas
    986 palavras | 4 páginas
  • Creas
    14787 palavras | 60 páginas