Prazer, alegria e felicidade

2019 palavras 9 páginas
A emoção: prazer, alegria e felicidade,

Muitos estudos sobre as emoções centram-se em emoções negativas que levam a serias patologias. Nesse contexto, psiquiatras sempre focaram na questão patológica das emoções negativas. Entretanto, estudos sobre as emoções, tanto positivas quanto negativas, advêm de grandes filósofos da história da humanidade.
Segundo Ferraz (2007, p. 234), antes do grande filósofo Sócrates, emoções, como a felicidade, eram tidas como “desígnios dos deuses”. Assim concebia-se essa emoção totalmente ligada à religião (condizente com as crenças daquela sociedade e de seus respectivos ideais culturais). “Sócrates inaugura um paradigma a partir do qual buscar ser feliz é uma tarefa de responsabilidade do indivíduo”.
…exibir mais conteúdo…
Alguns estudos, como o de Cousins (Davidoff, 2001, p. 308), que relacionaram a cura de uma doença fisiológica com estados de emoções positivas, como o riso (alegria), “o amor, a esperança, a fé, a confiança e a votade de viver (juntamente com altas doses de vitamina C)”, demonstram relevância dos estados emocionais para a cura de certas patológias, ou ainda que estados emocionais negativos podem dar ênfase a estas.
A principal manifestação da alegria é o ato de rir. Segundo McGhee (1983ª, 1983b apud Davidoff, 2001, p. 388), “o riso tem uma série de efeitos mensuráveis. Um ataque de riso aumenta a atividade do sistema nervoso autônomo, elevando a frequência cardíaca, a transpiração e a tensão muscular. O autor ainda enfatiza que:

Quando paramos de rir, os musculos relaxam e o batimento cardíaco e a pressão sanguínea caem para níveis abaixo do normal, sinais de relaxamento. Evidentemente o riso pode acalmar as pessoas. Alguns psicólogos acreditam que ele melhora a saúde e prolonga a vida (DAVIDOFF, 2001p. 388).

Entretanto, partindo para a discussão que motivam muitos pesquisadores precisamos esclarecer o que vem a ser alegria e felicidade. Leoni (2008) afirma que aquilo que é resultado de uma programação anterior, pode nos dar alegria, mais nem sempre felicidade por que esta se manisfesta através de algo que vem de dentro pra fora. Ser amado nos traz alegria, saber que podemos tambem amar nos traz felicidade.
Segundo Zygband (2005),

Relacionados

  • Sugestão de Plano de Aula
    997 palavras | 4 páginas
  • Consumo, tempo e jogo
    2746 palavras | 11 páginas
  • Resumo "o que é o amor?" comte sponville
    1880 palavras | 8 páginas
  • Resenha dos Livros 1 e 2 de Ética a Nicomaco
    2051 palavras | 9 páginas
  • O Tabagismo e o livre arbítrio
    1653 palavras | 7 páginas
  • Resumo Cap 4 Ruben alves - O retorno e terno
    1925 palavras | 8 páginas
  • Felicidade na Visão de Epicuro
    1738 palavras | 7 páginas
  • prova de filosofia 6 ano
    997 palavras | 4 páginas
  • A formiga e a cigarra
    1433 palavras | 6 páginas
  • neuroanatofisiologia - neurobiologia das emoções
    1167 palavras | 5 páginas