Preconceito racial na escola de educação infantil

2089 palavras 9 páginas
PRECONCEITO RACIAL NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL
Introdução
Há muito se diz que a sociedade brasileira é rica em pluralidade étnica e cultural, pluralizada em sua identidade, sendo esta, produto de um processo histórico que inseriu num mesmo cenário três grupos distintos: portugueses, índios e negros de origem africana. Contudo, ao longo de nossa história, têm existido preconceitos, relações de discriminação e exclusão social que impedem muitos brasileiros de ter uma vivência plena de sua cidadania.
Apesar do intercurso cultural descrito acima, esse contato desencadeou alguns desencontros. As diferenças se acentuaram, levando à formação de uma hierarquia de classes que deixava evidentes à distância e o prestígio social entre
…exibir mais conteúdo…
Desenvolvimento
As crianças vítimas do racismo são excluídas dos grupos
Na infância as práticas discriminatórias podem deixar sequelas muitas vezes difíceis de serem sanadas.
Diversos autores preocuparam-se com a relação entre racismo e educação, desenvolvendo pesquisas nessa linha. Uma delas foi realizada por Gusmão (1999), com crianças pobres de periferia urbana ou do meio rural, e tinha como objetivo verificar de que forma estigmas e estereótipos se fixam na vida do negro. Para tal, foram analisados desenhos nos quais foi possível observar como se estrutura o mundo simbólico e de que forma as crianças olham o mundo e são olhadas por ele. No universo investigado, incluiu-se também o sistema educacional.
Por meio dos desenhos, foi possível observar qual a compreensão tida pelos dois mundos: brancos/negros. O branco foi representado como vinculado ao que é civilizado, urbano, bem apresentado, sorridente, enquanto o negro seria o inverso: meio rural ligado ao trabalho físico, desprovido de dinheiro e de possibilidades. A imagem do negro é isenta de atribuições positivas, é representada pelas crianças como um mundo triste, marcado pela violência e pela distância real e simbólica entre brancos e negros.
Em outra pesquisa realizada com crianças de escola pública de Campinas, Oliveira

Relacionados

  • A diversidade racial, preconceito e discriminação - o trabalho em sala de aula promove união e paz!
    1961 palavras | 8 páginas
  • O negro e o índio: a questão étnico cultural nas escolas
    3294 palavras | 14 páginas
  • Diversidade cultural e discriminação racial
    9939 palavras | 40 páginas
  • Literatura afro brasileira
    1745 palavras | 7 páginas
  • Historia afro brasileira
    10356 palavras | 42 páginas
  • projeto A bonequinha preta 2013
    3328 palavras | 14 páginas
  • Pretinho meu boneco querido
    1958 palavras | 8 páginas
  • Desafio Profissional Pedagogia
    2066 palavras | 9 páginas
  • Cultura afro brasileira eo samba enredo como metodologia de ensino
    13220 palavras | 53 páginas
  • Direitos humanos e pluralidade cultural
    1684 palavras | 7 páginas