Prestação de cuidados ao filho de mãe portadora de hepatite b

917 palavras 4 páginas
Prestação de Cuidados ao Recém-Nascido, filho de mãe com Hepatite B
Prestação de Cuidados ao Recém-Nascido, filho de mãe com Hepatite B

A Hepatite B é uma doença causada por um vírus ADN de dupla hélice, com um período de incubação longo (de 45 a 160 dias).
A transmissão é caracteristicamente por via hematogénea, através do sémen ou outros fluidos corporais. O risco aumenta nas populações com comportamentos de risco (promiscuidade sexual e abuso de substâncias). O estado de portador crónico é definido como AgHBs+ por mais de 6 meses ou IgM anti-HBc- e AgHBs+.
O filho de uma grávida portadora do vírus da hepatite B, pode ser infectado por via transplacentária (transmissão vertical – 1 a 2% dos casos), ao nascer (transmissão perinatal)
…exibir mais conteúdo…
O diagnóstico laboratorial é serológico, com determinação de: * AgHBs (antigénio de superfície), * AgHBe (antigénio “e”, que no caso de se encontrar presente indica alto risco de infecciosidade), * AcHBs (ou anti-HBs, anticorpo anti AgHBs que identifica a imunidade por doença ou vacinação), * AcHBe (ou anti-HBe, anticorpo anti AgHBe, que se presente em indivíduos com AgHBs+, indica baixa infecciosidade), * AcHBc (ou anti-HBc, anticorpo anti AgHBc-antigénio core, que não tem método laboratorial de pesquisar. Se estiver presente indica infecção aguda) e * IgM AcHBc (ou IgM anti-HBc, o primeiro anticorpo que aparece, mesmo ainda antes de surgir AgHBs+. Não está presente na infecção perinatal).
Imagem I: Vírus da Hepatite B (disponível em http://conversademenina.wordpress.com/2009/12/02/artigo-o-trio-mortal/)
O filho de mãe AgHBs+ é geralmente AgHBs-, mas pode também ser positivo, sem infecção, devido à transferência de anticorpos circulantes, por passagem transplacentária.
A possibilidade dos recém-nascidos infectados passarem a portadores crónicos, com capacidade de disseminar o vírus para a comunidade, ou o surgimento mais tarde de hepatite crónica activa, cirrose ou carcinoma hepático, tornam a doença um grave problema de saúde para a criança e para a comunidade.
Não há tratamento específico para a hepatite B.
Atendendo à sua prevalência e gravidade, a hepatite B é considerada um problema de saúde pública. O nosso país é considerado

Relacionados

  • Assistência de enfermagem sistematizada ao paciente portador de tétano: cuidados na atenção básica e hospitalar
    13572 palavras | 55 páginas
  • Resenha Histórias de Mãe Filho
    894 palavras | 4 páginas
  • O cuidado de enfermagem ao paciente portador de leishmaniose visceral
    3050 palavras | 13 páginas
  • Os cuidados de enfermagem ao idoso com mal de alzheimer
    2475 palavras | 10 páginas
  • Prestação de contas
    931 palavras | 4 páginas
  • EEnergia Eletrica: Fontes de energia , Obtençao , Cuidados , Usos , Propriedades
    1221 palavras | 5 páginas
  • Cuidados de enfermagem na prevenção da Hepatite A
    901 palavras | 4 páginas
  • Trabalho de português filhos b...
    998 palavras | 4 páginas
  • BENEFICIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA
    1662 palavras | 7 páginas