Principais definições de filosofia da educação

1472 palavras 6 páginas
Principais Definições de Filosofia da Educação
Podemos obter a seguinte definição sobre o que é a filosofia da educação: é um ramo do pensamento que se dedica à reflexão sobre os processos educativos, à análise do(s) sistema(s) educativo(s), sistematização de métodos didáticos, entre diversas outras temáticas relacionadas com a pedagogia. O seu escopo principal é a compreensão das relações entre o fenômeno educativo e o funcionamento da sociedade. Mas ao aprofundarmos mais no assunto podemos verificar que isso é somente o básico, mais um conceito pois de acordo com Maria Lúcia de Arruda Aranha podemos ter a seguinte definição: se a filosofia é uma reflexão radical, rigorosa e de conjunto que se faz a partir dos problemas propostos pelo
…exibir mais conteúdo…
Para o filósofo Immanuel Kant a educação pode ser entendida sob duas perspectivas fundamentais: física, ou seja, aquela em que as questões mais importantes são: a formação de hábitos de higiene, cuidados com a saúde e conservação do corpo; ou prática, isto é, aquela em que a preocupação fundamental é a formação do caráter. Esta última é também designada como educação moral.
Ainda na introdução Kant enfatiza: “Tornar-se melhor, educar-se e, se se é mau, produzir em si a moralidade: eis o dever do homem”. A educação, além disso, deve ser pensada e estabelecida de um modo cosmopolita de tal forma que o homem seja: a) disciplinado; b) torne-se culto; c) torne-se prudente ou que adquira civilidade; e d) moralize-se.
Filosofia Contemporânea: Considera-se a filosofia que se estende, dentro da imprecisão cronológica própria das produções culturais, ao longo da segunda metade do século XIX e da primeira metade do século XX. A filosofia contemporânea, nas suas linhas mais fundamentais e características, só pode ser adequadamente compreendida em relação a obra de Hegel, com efeito, a filosofia contemporânea constitui em grande medida uma reação contra o sistema hegeliano (cujo é uma construção lógica, racional, coerente, que pretende apreender o real em sua totalidade), ao mesmo tempo que retoma poucas das suas análises e interrogações.
Friedrich Wilhelm Nietzsche criticava o sistema escolar por ser um reforço da moral

Relacionados

  • filosofia
    1374 palavras | 6 páginas
  • Qual é o valor do conhecimento escolar em sua trajetória? Até que ponto sua formação tem se realizado no cotidiano escolar, ou tem dependido de outras práticas, fora da escola?
    1333 palavras | 6 páginas
  • Filosofia e filosofia da educação
    2731 palavras | 11 páginas
  • A importância da disciplina de filosofia e ética na educação universitária
    4372 palavras | 18 páginas
  • resumo filosofia da educação
    2384 palavras | 10 páginas
  • Educação fisica e esporte
    2680 palavras | 11 páginas
  • Artigo científico sobre platão
    3977 palavras | 16 páginas
  • Ssss
    962 palavras | 4 páginas
  • John austin resumo
    1256 palavras | 6 páginas