Produção de textos - para quem escrever: o interlocutor em questão

5510 palavras 23 páginas
FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS, EDUCAÇÃO E LETRAS – FACEL
Pós-Graduação em Teoria da Literatura e Produção de Texto
Área Letras
Data de inicio – 12/02/2011

PRODUÇÃO DE TEXTOS - Para quem escrever: o interlocutor em questão[1]

João Carlos dos Santos[2]

RESUMO

O presente artigo analisa as atividades de produção textual apresentadas no livro didático “Tudo é Linguagem” (BORGATTO, BERTIN, MARCHEZI, 2006), promovendo, assim, uma reflexão sobre a importância do interlocutor nos comandos de produção escrita. O objetivo deste trabalho foi verificar e discutir se esses comandos de produção escrita do livro didático apresentam um interlocutor, já que a ausência de indicação de um destinatário é um fator que contribui
…exibir mais conteúdo…
Com o surgimento dos Parâmetros Curriculares Nacionais (BRASIL, 1998) e, mais recentemente, das Diretrizes Curriculares de Língua Portuguesa para o Estado do Paraná (PARANÁ, 2008), acentuaram-se diversas mudanças no universo escolar que foram sentidas nas práticas em sala de aula, assim como na elaboração de materiais didáticos. No que se refere à produção escrita, o documento enfatiza:

Em relação à escrita, ressalta-se que as condições em que a produção acontece determinam o texto (...) salienta a importância de o professor desenvolver uma prática de escrita escolar que considere o leitor, uma escrita que tenha um destinatário e finalidades, para então se discutir o que será escrito (...) é preciso que o aluno se envolva com os textos que produz e assuma a autoria do que escreve, visto que ele é o sujeito que tem o que dizer. A produção escrita possibilita que o sujeito se posicione, tenha voz em seu texto, interagindo com as práticas de linguagem da sociedade. (PARANÁ, 2008, p.56).

Neste sentido, percebe-se que o documento pontua questões de ordem social cognitiva e, também, linguística que, até então, não haviam sido amplamente discutidas, mas que constituíram o pano de fundo para a mais nova fase da produção textual, a sociocognitivista-interacionista. O texto, antes visto enquanto produto a

Relacionados

  • Oficina de portugues 3 com respostas
    1324 palavras | 6 páginas
  • Oficina de língua portuguesa iii respostas
    1204 palavras | 5 páginas
  • Análise de livro didático de Língua Portuguesa
    2816 palavras | 12 páginas
  • Fala e escrita
    3520 palavras | 15 páginas
  • ATIVIDADES COMPLEMENTARES
    1924 palavras | 8 páginas
  • Plano de aula (bilhete e artigo de opinião)
    904 palavras | 4 páginas
  • textos: narrativos, argumentativos, informativos
    2017 palavras | 9 páginas
  • Leitura e produção textual 2
    14910 palavras | 60 páginas
  • Intertextualidade implicita e explicita
    1939 palavras | 8 páginas
  • A importância das avaliações diagnósticas
    3289 palavras | 14 páginas