Psicologia do desenvolvimento

3338 palavras 14 páginas
Psicologia do Desenvolvimento I

Principais Teóricos:
Sigmund Freud:
○ Personalidade é moldada pelas experiências iniciais do indivíduo (até os 5 anos).
○ Termo “sexual” - ações e/ou pensamentos prazerosos
○ Impulso sexual - libido
Fases Psicossexuais: oral, anal, fálica, latência, genital

○ Oral: 1.o ano. Sucção é um ‘reflexo inato’! Desenvolvimento do andar e da fala.
■ libido centra-se nos prazeres orais
■ conflito: desmame
○ Anal: 2.o ano. Relacionado à infração de regras e limites sociais, ‘viver perigosamente’. Não é ‘xixi’, apenas ‘fezes’!
■ prazer obtido principalmente (porém não unicamente, pode ser parcialmente oral) pela região anal, através do ‘controle das fezes’.
■ impulso do prazer - restrições da sociedade.
…exibir mais conteúdo…
Nâo usar ‘trauma’! Ex. ‘não dar mais bom dia depois de anos de namoro’. Indivíduo deve se adaptar.

Modelo Piagetiano:

Não é modelo de análise/terapia! ‘Psicologia do Desenvolvimento’. Muito citado dentro do desenvolvimento infantil. Piaget começa por analisar os próprios filhos.

● Testes: foco em respostas erradas (‘o raciocíno deve ser o mesmo’!).
● Compreensão do raciocínio (independente da resposta ser certa ou errada)
● Criança: ser ativo (o indivíduo vai influenciar o meio assim como o meio vai influenciar o indivíduo). A criança busca a compreensão do mundo à sua volta.

Determinantes Básicos:

● Maturação (Forças biológicas que impulsionam o desenvolvimento, ou seja, o que é esperado em uma criança em determinada idade - ex. andar aos 2 anos).
● Estímulo (Ambiente em que a criança está inserida faz diferença!).
● Aprendizagem social (Aprendizado longe dos pais...).
● Tendência ao equilíbrio (O indivíduo ‘entra em crise’ sempre em que o indivíduo não está adaptado ao ambiente. Para Piaget, estamos sempre ‘em crise’, equilíbrio/desequilíbrio - sempre em busca do equilíbrio!).
● Equipamento inicial (reflexo inato) -> esquemas sensoriais motores rudimentares (reflexos inatos se transformam em habilidades motoras) -> desligamento progressivo da ação -> formação de esquemas conceituais (ação mental - desenvolvimento da abstração). (Não existe ‘desejo’ no reflexo inato! Ex de reflexo inato: chorar - a

Relacionados

  • Fichamento: psicologia do desenvolvimento
    4573 palavras | 19 páginas
  • Psicologia do desenvolvimento
    2908 palavras | 12 páginas
  • Psicologia do Desenvolvimento
    1395 palavras | 6 páginas
  • Psicologia do desenvolvimento
    3253 palavras | 14 páginas
  • Psicologia do Desenvolvimento: ciclo vital
    5128 palavras | 21 páginas
  • Psicologia do desenvolvimento dos ciclos vitais..
    859 palavras | 4 páginas
  • APS psicologia do desenvolvimento ciclo vital
    1737 palavras | 7 páginas