Psicologia do juizes

1293 palavras 6 páginas
Aplicações da Psicologia Jurídica

1 – Psicologia dos Juízes
Divide-se em dois segmentos: Sistema Inquisitorial e Sistema de Confrontação.
No sistema Inquisitorial que também é chamado de modelo dos Juízes, não existe a presençade jurado, também não é necessária a vista oral ou confrontação entre pessoas jurídicas. Já o Sistema de confrontação é conhecido como Sistema de contrários, ou procedimento de Juízes populares, existindo geralmente a presença de jurado. São apresentadas as versõesdos fatos através do advogado de defesa e do promotor de justiça.
As decisões judiciais são realizadas conforme inúmeras decisões complementares são tomadas, ou seja, são tomadas decisões previas antes da decisão final. Os juízes e os juradossão os
…exibir mais conteúdo…
Na terapia cognitivo-comportamental, o afeto e o comportamento são determinados pela maneira como o indivíduo estrutura o mundo. Suas cognições (eventos verbais inseridos no sistema consciente) permeiam as relações entre os impulsos aferentes do mundo externo e as respostas (comportamentos e sentimentos).
A diferença entre a terapia cognitiva e o modelo psicodinâmico e da

Relacionados

  • Áreas de atuação do psicólogo forense
    2413 palavras | 10 páginas
  • Relação da psicologia com o direito
    2119 palavras | 9 páginas
  • Análise de eles os juízes vistos por um advogado
    952 palavras | 4 páginas
  • antropologia e psicologia forense
    10386 palavras | 42 páginas
  • resumo psicologia jurídica no brasil e na América latina
    1364 palavras | 6 páginas
  • ATIVIDADE ESTRUTURADA
    1571 palavras | 7 páginas
  • Realismo Jurídico Norte Americano
    2344 palavras | 10 páginas
  • Quem se preocupa com a vítima?
    1086 palavras | 5 páginas