Psicologia e Direito Civil

1272 palavras 6 páginas
Fiorelli e Mangini apresentam, por meio do seu texto “Psicologia e o Direito Civil”, suas contribuições acerca da interpenetração entre psicologia e Direito de Família. Segundo os autores, é de fundamental importância levar-se em consideração os fatores emocionais e psicológicos que afetam diretamente os conflitos relacionados ao direito familiar.
A psicologia jurídica é uma ferramenta que permitirá ajudar na compreensão da personalidade daqueles que estão envolvidos no conflito, bem como a compreensão do desenvolvimento da dinâmica familiar e social no mundo contemporâneo. Todo esse entendimento permitirá ao operador do direito desenvolver a percepção daquilo que permitirá a resolução de problemas que envolvem direito e família.
De acordo com os autores, que fazem referência a outros pesquisadores, o modelo de família patriarcal, nos últimos anos, vêm sofrendo uma notável transformação em relação à estrutura familiar. E, embora essa transformação seja perceptível, perceptível é, também, que a família continua a exercer papel fundamental na vida dos indivíduos. Ou seja, “a família continua a ser importante, sobretudo pelo papel de transmitir a subjetividade, relacionada ao controle e à expressão dos sentimentos”.
Para os Fiorelli e Mangini, é na expressão dos sentimentos que surgem os conflitos mais difíceis de serem solucionados pelo indivíduo e é no direito de família que esses conflitos de foro íntimo, necessariamente, necessitam de uma abordagem diferenciada pelo

Relacionados

  • Psicologia E Direito Civil
    2204 palavras | 9 páginas
  • Direito civil - curadoria e sucessão
    792 palavras | 4 páginas
  • Perguntas e respostas direito civil - contratos
    4168 palavras | 17 páginas
  • Perdas e danos - direito civil
    1088 palavras | 5 páginas
  • DIREITO E PSICOLOGIA: UM ENCONTRO POSSÍVEL
    3805 palavras | 16 páginas
  • Direito civil ii- obrigações e contratos
    1031 palavras | 5 páginas
  • Perguntas e respostas de direito civil
    1304 palavras | 6 páginas
  • Direito civil – transação e compromisso
    974 palavras | 4 páginas