Psicologia filosófica

1744 palavras 7 páginas
PSICOLOGIA FILOSÓFICA
A psicologia filosófica debruça-se sobre os aspectos mais controversos da psicologia, a mente e a consciência, os quais têm ramificações profundas nas áreas da metafísica e do conhecimento. Os principais tópicos desta disciplina híbrida (entre a filosofia e a psicologia) são os critérios de mentalidade, a relação entre mente e consciência, a existência, o inconsciente e o subconsciente, a estrutura da mente, a origem do espírito, a natureza do eu, a relação corpo/espírito, a liberdade da vontade, a metodologia psicológica e a relação entre o espírito e a cognição.
FILOSOFIA E PSICOLOGIA
Há uma ciência que mantém uma relação bastante peculiar com a filosofia: a psicologia. Na prática, é muito mais provável que as
…exibir mais conteúdo…
(NIETZSCHE, 1992, p.194, § 292) Partindo dessa compreensão, a nossa atitude investigativa procura superar, de modo conseqüente, a ingenuidade praxiológica que, muitas vezes, nos leva a julgar um fenômeno pelas nossas medidas, as quais, supostamente, evidentes e guiadas pelos objetivos da exatidão e da unidade, supõem descobrir regularidades e ordem no caos da experiência. Isto significa que este trabalho é, efetivamente, o próprio exercício de um pensar crítico, portanto radical e rigoroso [2], um pensar que se debruça sobre as condições existenciais do desenvolvimento humano. Desse modo, através de alguns especialistas da área, esse estudo sinaliza para a existência de dois caminhos: um, caracterizado e sendo representado por uma linha psicogenética (ou do desenvolvimento), baseada nas formulações teóricas de Jean Piaget sobre os estágios do desenvolvimento cognitivo; e, por outra linha, intitulada sociocognitiva, que se fundamenta nos conceitos de mediação semiótica e zona de desenvolvimento proximal, de L. S. Vygotsky. Linhares (2000), por exemplo, considera que tais abordagens focalizam a construção e o funcionamento das estruturas cognitivas ou ajudam a compreender acerca do potencial para aprender e da plasticidade cognitiva dos seres humanos. Quanto à sociocognitiva, a autora afirma que essa concepção compreende a aprendizagem como um evento social dinâmico, que depende de duas pessoas, uma mais bem informada ou mais habilitada do que a

Relacionados

  • A experiência filosófica
    2365 palavras | 10 páginas
  • Tendências filosóficas na educação
    699 palavras | 3 páginas
  • psicologia
    1249 palavras | 5 páginas
  • as influencias filosoficas na psicologia
    1459 palavras | 6 páginas
  • Responsabilidade filosofica
    2444 palavras | 10 páginas
  • Dinamicas filosoficas
    2767 palavras | 12 páginas
  • Atitude filosofica
    1482 palavras | 6 páginas
  • CORRENTES FILOSÓFICAS DA EDUCACAO
    3692 palavras | 15 páginas
  • A origem - análise filosofica
    873 palavras | 4 páginas
  • Psicologia
    1325 palavras | 6 páginas