Psicopatologia e implicações forenses

1780 palavras 8 páginas
Psicopatologia e Implicações Forenses

Prof.ª Marilena Olga Koch Psicologia Forense

Psicopatologia
A palavra psicopatologia possui origem grega. Psychê (alma, psiquismo), pathos (doença) e logos (estudo).  Trata-se de uma disciplina que envolve a psiquiatria e a psicologia.  Considera a natureza essencial da doença mental, levando em conta suas causas, mudanças estruturais, mudanças funcionais associadas a elas e suas manifestações.  O estudo da psicopatologia abarca o comportamento, a cognição e as experiências subjetivas anormais que se configuram como as formas de manifestação e expressão dos transtornos.


Psicopatologia Forense
No contexto forense a psicopatologia visa às questões das doenças e dos transtornos mentais
…exibir mais conteúdo…



Psicopatologia da atenção
A atenção representa o direcionamento da consciência, o estado de atividade mental sobre determinado objeto.  Para a psicologia cognitiva, trata-se do processamento ativo de uma quantidade limitada de informações disponíveis em nosso campo perceptual, memórias armazenadas e outros processos mentais.  Sensação – percepção – resposta ao estímulo.


        

Quanto a natureza da atenção, classifica-se em: Voluntária/intencional; Involuntária/espontânea. Quanto a direção: Externa; Interna. Quanto à qualidade: Tenacidade (fixação); Vigilância (manutenção e desvio).

Principais alterações da atenção
Hiperprossexia;  Hipoprossexia;  Aprossexia;  Distrabilidade.


Psicopatologia da Orientação
A orientação relaciona-se diretamente às noções de tempo e espaço e se constitui de uma função psíquica básica que serve para avaliar o estado de consciência junto à atenção. Trata-se de um elemento básico da atividade mental.  Classifica-se em:  Orientação auto psíquica;  Orientação alopsíquica


Alterações da Orientação
Estado confusional;  Estado apático ou abúlico;  Estado delirante;  Quadro amnéstico.


Psicopatologia da memória
A memória se caracteriza pela aquisição, formação, conservação e evocação de informações. A aquisição também é denominada

Relacionados

  • Psicologia forense - resumo
    4637 palavras | 19 páginas
  • A precariedade da psiquiatria forense no âmbito penal
    10140 palavras | 41 páginas
  • Psicopatologia Forense
    2285 palavras | 10 páginas
  • Áreas de atuação do psicólogo forense
    2413 palavras | 10 páginas
  • Fundamentos Do Psicodiagn Stico
    1568 palavras | 7 páginas
  • Resumo Psicodiagnóstico
    3042 palavras | 13 páginas
  • ciencias que auxiliam o direito
    1836 palavras | 8 páginas
  • Mente criminosa
    1813 palavras | 8 páginas
  • Direito publico e direito privado
    1217 palavras | 5 páginas
  • A Responsabilidade Penal do Psicopata no Direito Brasileiro
    15074 palavras | 61 páginas