Punção venosa

1546 palavras 7 páginas
Agulhados ACESSO VENOSO PERIFÉRICO Dispositivos intravenosos periféricos: Flexíveis

ACESSO VENOSO CENTRAL:

Dispositivos totalmente implantáveis Dispositivos Percutâneos

Projeto coordenado pela profa. Dra. Denise Costa Dias

Como escolher o equipamento?
A finalidade e o tempo previsto para uso de um vaso sanguíneo, podem influenciar na escolha do: tipo de vaso, tipo de dispositivo endovenoso e sua localização, e processo de fixação.

Tipos de materiais
Garrote (torniquete) Cateteres agulhados e flexíveis Conectores: tampinha, polifix, torneirinha Equipo Filtros Sistema fechado para TIV Dispositivos de acesso venoso central (intracath, flebotomia, cateter totalmente implantável e PICC

Bombas de Infusão; Esparadrapos comuns, esparadrapo hipoalérgico e esparadrapo cirúrgico, transpore, micropore; Outros materiais: soluções anti-sépticas; algodões / gazes; foco de luz artificial; impermeável para proteção do lençol; luvas de proteção.

Garrotte/ torniquete- geralmente de látex, é um cinto flexível para procurar a retenção do sangue venoso e o ingurgitamento da veia para facilitar a visualização da veia no momento da punção.

Tipo mais comum de Garrote utilizado no Brasil

Diversos tipos de garrote

Os dispositivos endovenosos são materiais cilíndricos, canulados e perfurantes destinados (exclusiva ou simultaneamente) a viabilizar a drenagem de elementos do tecido sanguíneo e/ ou infusão de soluções líquidas, na direção exterior corporal ou interior

Relacionados