QUESTÕES DE CIDADANIA E O DIÁLOGO ENTRE O JURÍDICO E A ANTROPOLOGIA. AS CONSEQUÊNCIAS DO RECONHECIMENTO DA DIVERSIDADE CULTURAL. (Resumo) Dr. Marcelo Beckhausen

1392 palavras 6 páginas
QUESTÕES DE CIDADANIA E O DIÁLOGO ENTRE O JURÍDICO E A ANTROPOLOGIA.

AS CONSEQUÊNCIAS DO RECONHECIMENTO DA DIVERSIDADE CULTURAL. (Resumo)
Dr. Marcelo Beckhausen

O reconhecimento de uma cultura, no caso cultura indígena, determinou a obrigatoriedade, estabelecida tanto para o Estado quanto para a sociedade, de encarar o índio como cidadão, respeitando sua diversidade. A diferença étnica deve ser respeitada, protegida e valorizada, mas nunca tutelada. Significa que o órgão indigenista federal deve assumir uma nova feição a partir do texto constitucional de 1988, que considera o índio capaz. Significa que o Estado deve adequar suas políticas públicas ao contexto da cultura diferenciada existente nas comunidades indígenas. Significa que o índio, sujeito de direitos, deve ser encarado de outro modo pelo Estado, com a afirmação plena de sua identidade e capacidade.
Logo, a partir da promulgação da Constituição, em 1988, os índios brasileiros adquiriram completa capacidade civil e processual. O instituto da tutela não subsiste mais a partir do novo texto constitucional. Note-se bem que tanto o Código Civil quanto o Estatuto do Índio relacionavam a tutela com a “integração do índio à sociedade nacional” ou “adaptação à civilização do país”. À medida em que esta “integração” ou “adaptação” acontecesse cessaria o instituto da tutela. Atualmente, portanto, os índios devem receber uma proteção especial, baseada em sua diferença cultural, do Estado brasileiro. Tal proteção

Relacionados

  • Resenha da obra O Direito entre o Poder e o Ordenamento de Paolo Grossi
    3159 palavras | 13 páginas
  • Resenha: o evangelho e a diversidade das culturas: um guia de antropologia missionária
    1224 palavras | 5 páginas
  • Resumo do texto: o projeto ético-político do serviço social - joaquina barata e marcelo braz
    1550 palavras | 7 páginas
  • Diálogo interreligioso e construção da cidadania em um mundo globalizado: a contribuição do sincretismo religioso brasileiro
    6255 palavras | 26 páginas
  • Educa o e exclus o da cidadania
    1616 palavras | 7 páginas
  • Imigração e diversidade cultural
    2887 palavras | 12 páginas
  • A democracia e o exercicio da cidadania
    1915 palavras | 8 páginas
  • PRODUÇÃO DE TEXTO - UM DIÁLOGO ENTRE O LEITOR E SUA ESCRITA
    1016 palavras | 5 páginas