Quem me dera ser a onda

866 palavras 4 páginas
1. Identificação do Livro

1.1. Título
“Quem me dera ser onda”

1.2. Autor
Manuel Rui Alves Monteiro

1.3. Editora
Edições Cotovia

1.4. Data da Edição
1991

2. Escolha do livro
2.1. Motivos que levaram à escolha do livro

Eu escolhi este livro porque a minha mãe nasceu em Angola. Em 1975, ela tinha apenas 8 anos, por isso não se lembra de muita coisa, mas com o que ela me contou, fiquei com curiosidade relativamente à independência e as suas consequências.

Após a leitura do livro

3. Contextualização do Autor

3.1. Alguns dados biográficos
Manuel Rui Alves Monteiro nasceu no Huambo em 1941, tendo vivido durante anos em Coimbra (Portugal), onde se licenciou em Direito. Em Portugal foi advogado.
Regressou a Angola em 1974, onde ocupou diversos cargos políticos, tendo sido ministro da Informação do Governo de transição. Foi também professor universitário, reitor da Universidade do Huambo e, posteriormente, funcionário superior da Diamang.
Pela qualidade da sua vasta bibliografia, o escritor é considerado um dos principais ficcionistas angolanos. “Quem me dera ser onda” foi publicado pela primeira vez em Angola em 1982.
Cronista, crítico e ensaísta, Manuel Rui já publicou nove livros de poesia e mais de uma dezena de volumes de prosa, incluindo "Rioseco", "Um Anel na Areia" e "O Manequim e o Piano".
O angolano Manuel Rui foi um militante do MPLA da primeira hora. Guerrilhou na mata e escreveu sempre e bem.
Pouco tempo após a

Relacionados

  • Vida e obras de pepetela e manuel rui monteiro
    2130 palavras | 9 páginas
  • Ficha Formativa de Português
    1241 palavras | 6 páginas
  • telematica intertextualidade
    1719 palavras | 7 páginas
  • Prova (modalidade Integrado) do Processo Seletivo Técnico IFPA 2014 - Campus Tucuruí
    7845 palavras | 32 páginas
  • Poemas de cesario verde
    15793 palavras | 64 páginas
  • A morte e a morte de quincas berro d'agua
    2224 palavras | 9 páginas
  • Mia Couto Mar Me Quer
    9609 palavras | 39 páginas
  • SONETOS
    10813 palavras | 44 páginas
  • Capitu: olhos de cigana obliqua e dissimulada
    9427 palavras | 38 páginas
  • A LINGUAGEM LITERÁRIA DA MODERNIDADE
    5544 palavras | 23 páginas