RESENHA DOS CAPITULOS 1 E 2 DO LIVRO: A CONDIÇÃO HUMANA – HANNA ARENDT

1729 palavras 7 páginas
FACULDADE DO VALE DO IPOJUCA – FAVIP/DEVRY
PSICOLOGIA

JÉSSICA TAYANE DA SILVA FRANÇA
OZÉIAS BISPO LIMA
THAÍS EDLLA LIMA SILVA

RESENHA DOS CAPITULOS 1 E 2 DO LIVRO: A CONDIÇÃO
HUMANA – HANNA ARENDT

CARUARU – 2013

Ao nos referirmos ao universo das ciências, percebe-se que este fenômeno está estritamente relacionado a uma questão política, isto é, que os efeitos dessa ciência produzida e desenvolvida abarca aspectos políticos – possui significados políticos. No sentido de que, as verdades formuladas pela ciência cientificista arborescente da modernidade por mais que possam ser comprovadas e explicadas por meios da racionalidade – através da matemática, por exemplo– não consegue mais dar conta de uma fala, de um discurso que seja carregado de sentidos e significados. Ou seja, a partir do momento que

reproduzo

uma

ideia

ou

ideologia

produzida

pela

ciência,consequentemente perco a autonomia pelo ato de repetir sem ao menos ter consciência do que realizo, dos efeitos que esta postura repercutiu na sociedade – destruindo assim, por exemplo, a vida orgânica da Terra, em que o homem perde o contato com o que é natural, enveredando pelo artificialismo – resultando em uma condição alienante, oriunda de um mundo desconhecido. Sempre que a relevância do discurso entra em jogo, a questão tornase política por definição, pois é o discurso que faz o homem político.
(Pág.11, ARENDT)

O que o sujeito faz, conhece e experimenta no

Relacionados

  • Resumo do livro “A condição Humana” de Hannah Arendt. Capítulo V: Ação
    3981 palavras | 16 páginas
  • Capitulo 1 e 2 a revolução dos bichos
    1134 palavras | 5 páginas
  • RESENHA - KOSIK, Karel. Dialética do Concreto. Capítulos 1 e 2.
    1112 palavras | 5 páginas
  • Resenha dos Livros 1 e 2 de Ética a Nicomaco
    2051 palavras | 9 páginas
  • Resenha crítica do cap ii do livro a condição humana
    756 palavras | 4 páginas
  • Resenha dos capitulos 1 e 2 do livro “por uma nova gestão pública” de ana paula paes de paula
    1512 palavras | 7 páginas