RESUMO DO LIVRO HISTÓRIA DA ARQUITETURA

4537 palavras 19 páginas
Arquitetura do Egito Faraónico 2900-700 a.C.
Construir (necessidade básica e social), arquicriador nome dado pelos gregos aos mestres de obras, sendo a arquitetura "mãe" das artes plásticas, a pintura e a escultura desenvolvia-se num pequeno vínculo com os edifícios, à forma dos murais ou os frisos. Nas pinturas a categoria mágica, está presente nas cavernas, como decoração e o espaço povoado. Realizasse na construção uma maneira diferente de todas as artes, a necessidade básica dos homens e a segurança. Dá-se nas construções um amparo contra as alterações climáticas e contra o perigo dos animais selvagens, não podendo se voltar no que já foi construído. O homem habita em casas, cabanas e tendas. A construção necessita-se da alma e do espírito das "4 paredes e o teto sobre a sua cabeça" dividindo o homem da natureza e criasse as dimensões próprias (humanas), na construção modifica-se o espaço exterior, o pátio, a aldeia, a cidade cria-se ambientes artificiais, submete-se a natureza. A conexão sobre os espaços interior e exterior de um edifício percebe-se no modo de pensar e sentir dos construtores. A pele do edifício é feita de paredes grossas ou de vidro? Portais, escadarias, pátios ou cercas acercamento ou distanciamento? Quem encomenda e quem constrói? Qual a finalidade e a quem se destinam? Qual forma e material utilizado? É um conjunto de construção representa-se para impressionar com dimensão, volume, estilo e decoração. Portanto as construções mostram o espírito da

Relacionados

  • Resumo do livro ‘Introdução à História da Arquitetura'
    700 palavras | 3 páginas
  • Resumo por capitulo do livro historia da riqueza do homem
    4023 palavras | 17 páginas
  • Resumo do Livro História da Computação
    3661 palavras | 15 páginas
  • RESUMO: A HISTÓRIA DA ARQUITETURA MUNDIAL
    2450 palavras | 10 páginas
  • Resumo do livro historia da crianca e da familia
    1520 palavras | 7 páginas
  • Resumo do livro historia da loucura: terceira parte
    1297 palavras | 6 páginas
  • Resumo do livro história da psicologia moderna capitulo 08
    1605 palavras | 7 páginas