Realismo e naturalismo em portugal e no brasil

1500 palavras 6 páginas
Realismo e Naturalismo em Portugal e no Brasil

Literatura

Sumário

Introdução...............................................................................................01

Capítulo I –Realismo

Significado do Realismo..........................................................................02

Realismo em Portugal.............................................................................03

Realismo no Brasil...................................................................................04

Características do Realismo....................................................................05

Principais autores e obras do Realismo...................................................06

Capítulo II
…exibir mais conteúdo…
Estas conferências ficaram conhecidas como Conferências Democráticas do Cassino Lisboense e deu mais força ao movimento realista português. Elas foram censuradas pelo governo português, no entanto, já nesta época, o Realismo era forte e deu origem a várias produções em poesia e prosa.

03
Realismo no Brasil

A partir da extinção do tráfico negreiro, em 1850, acelera-se a decadência da economia açucareira no Brasil e o país experimenta sua primeira crise depois da Independência. O contexto social que daí se origina, aliado à leitura de grandes mestres realistas europeus como Stendhal, Balzac, Dickens e Victor Hugo, propiciaram o surgimento do Realismo no Brasil.

Assim, em 1881 Aluísio Azevedo publica O Mulato (primeiro romance naturalista brasileiro) e Machado de Assis publica Memórias Póstumas de Brás Cubas (primeiro romance realista do Brasil).

O Realismo no Brasil teve seu início, oficialmente, em 1881, com a publicação de Memórias Póstumas de Brás Cubas, de seu mais célebre autor, Machado de Assis. Esta escola só entra em declínio com o surgimento do Parnasianismo, por volta de 1890.

Com a introdução do estilo realista, assim como do naturalista, o romance, no Brasil, ganhou um novo alcance, a observação. Começou-se a escrever buscando a verdade, e não mais para ocupar os ócios dos leitores.

Machado de Assis, considerado o maior expoente da literatura brasileira e do Realismo no

Relacionados

  • Realismo, naturalismo e simbolismo
    3818 palavras | 16 páginas
  • Quadro Demonstrativo das Literaturas: Brasileira e Portuguesa
    1419 palavras | 6 páginas
  • O crime do padre amaro
    4417 palavras | 18 páginas
  • As origens da literatura brasileira
    3890 palavras | 16 páginas
  • Realismo em portugal e no brasil
    957 palavras | 4 páginas
  • Escolas literárias
    2976 palavras | 12 páginas
  • O cortiço
    1795 palavras | 8 páginas
  • Naturalismo x Humanismo
    864 palavras | 4 páginas
  • Matéria do 2 ano médio de literatura
    982 palavras | 4 páginas
  • Revisão literária (trovadorismo ao simbolismo
    1248 palavras | 5 páginas