Reflexões e intertextualidade entre o filme “A pele que habito” de Pedro Almodóvar e as obras da artista francesa Louise Bourgeois.

1360 palavras 6 páginas
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO

Gabriela Moreira Miranda
Gabriela Vieira da Silva

Reflexões e intertextualidade entre o filme “A pele que habito” de
Pedro Almodóvar e as obras da artista francesa Louise Bourgeois.

Prof. Dr. João Eduardo Hidalgo
Arte e Tecnologia

BAURU
2014

Introdução
O filme “A pele que habito” do diretor Pedro Almodóvar nos faz pensar em questões variadas entre o psicológico e a memória, e nos envolve na trama de problemáticas psiquicas ligadas dentre outros pormenores, principalmente à sexualidade e identidade de gênero.
Os acontecimentos ao mesmo tempo que dão uma pista sobre os personagens principais, num mesmo diálogo deixam as percepções mais aguçadas para que o espectador fique atento a todas as outras passagens.
O estopim para os ensejos decorrentes apresentados no filme vem sempre de traumas do passado das personagens (assim como é o pano de fundo das obras de Bourgeois que não diferia corpo de psique), começa pela esperança de
Robert Legard em corrigir as falhas na pele de sua mulher que suicidou-se (por ter visto seu semblante coberto por queimaduras causadas por um acidente de carro) o fez persistir nos estudos avançados em peles.
Norma, sua filha, por sofrimento e falha do destino acabou no mesmo caminho que a mãe, mas antes da tragédia, o filme nos mostra como lembrança o momento em que ela aparece sob efeito de antidepressivos em uma festa de casamento acompanhada de seu pai, Robert. A menina acaba se distanciando

Relacionados

  • Relações entre o movimento árcade, o livro romanceiro da inconfidência, de cecília meireles e o filme "os inconfidentes" , de joaquim pedro de andrade
    1001 palavras | 4 páginas
  • Resenha da obra O Direito entre o Poder e o Ordenamento de Paolo Grossi
    3159 palavras | 13 páginas
  • Filme "A pele que habito" e o ciborgue de Donna Haraway
    1521 palavras | 7 páginas
  • Análise comparativo-estruturalista entre o conto “cinderela” de perraut e o filme “shrek” de willian steig
    6329 palavras | 26 páginas
  • O CINEMA E A ARTE - O experimentalismo da Vanguarda Francesa copy
    1919 palavras | 8 páginas
  • Relação entre pesquisa e o filme o óleo de lorenzo
    584 palavras | 3 páginas
  • A INFLUÊNCIA QUE O ARTISTA VERROCHIO TEVE SOBRE AS OBRAS DE LEONARDO DA VINCI
    1349 palavras | 6 páginas