Relação entre psicologia e justiça.

310 palavras 2 páginas
Universidade Positivo | Aluno (a) | Ana Paula Alves | Curso | Direito | Período | 1° - MB | Professor(a) | Rodrigo Soares | Disciplina | Psicologia | APS-1 |

1) O que você entende da relação entre justiça e psicologia?

Acredito que o estudo combinado entre o direito e a psicologia seja o exercício da justiça sobre o olhar do psicólogo. Já que o direito aplica as normas que garantem a convivência social dos seres humanos e a psicologia estuda o comportamento dos mesmos. Por exemplo, um sujeito cometeu um crime, o que é que o levaram a cometer tal ato, quais atitudes devem ser tomadas... Até para fazer com que a pena corresponda a gravidade da infração. É necessário conjugar as duas ciências, em termos multidisciplinares, não se pode pensar em direito de família sem o ramo da psicologia (por exemplo, o compartilhamento da guarda de uma criança). Assim como o psicólogo deve ter um entendimento das leis para que possa trabalhar melhor o material e os métodos com seu cliente. O criminoso muitas das vezes levado pela compulsão (estudado pela psicologia) de cometer a transgressão, não é o resultado de uma vontade simples, o sujeito não sai de casa disposto a matar, ás vezes ele é compelido por razões emocionais subjetivadas, além das questões objetivas da sociedade, como o ambiente externo, que podem levá-lo ao crime. A psicologia não tem o papel de fazer um amortecimento da responsabilidade do

Relacionados

  • Resumo - psicologia forense
    2026 palavras | 9 páginas
  • Resenha do capítulo Pensando a psicologia aplicada à Justiça do livro “Psicologia Jurídica no Brasil”
    769 palavras | 4 páginas
  • Áreas de atuação do psicólogo forense
    2413 palavras | 10 páginas
  • QUESTION RIO DE PSICOLOGIA JUR DICA
    1869 palavras | 8 páginas
  • A interdisciplinaridade do direito, serviço social e da psicologia no ambito da defensoria pública
    3853 palavras | 16 páginas
  • DIREITO E PSICOLOGIA: UM ENCONTRO POSSÍVEL
    3805 palavras | 16 páginas
  • Psicologia
    3674 palavras | 15 páginas