Religião coreia do sul

1131 palavras 5 páginas
Religião na Coréia do Sul

A religião sul coreana ocupa um papel central na família. Desde de criança já participam de reuniões, cerimônias, celebrações relacionadas a Fé de seus pais. Na coréia filho de religioso, religioso será, não importa se budista, protestante, católico, confucionista (não tem sacerdotes,templos,igrejas, não acreditam que exista um Deus criador do mundo). Metade da população sul coreana diz ter alguma crença e freqüenta a igreja pelo menos 2 x por mês. Não se pode dizer que é um país budista, como o Brasil é relacionado o catolicismo,
Há dois anos o governo descobriu que entre os coreanos com algum credo cristão 45,7% são budistas, 38,8% protestantismo, e13, 2% católicos. Ensinar o budismo ao nossos filhos não e tarefa difícil, eles vivenciam a crença no lar e aceitam felizes, afirma a vó Kim Jeong –Ok de 65 anos que levava a nora e os dois netos ao Bulguksa , o mais conhecido templo da coréia. Famílias podem ser constituídas de pessoas que adotam diferentes religiões. O budismo é a mais antiga, difundida por volta do ano 372 e em 642 se expandiu para o Tibete. Na coréia é possível entra em uma universidade e estudar 5 anos para se tornar monge budista.

“A paz religiosa em nossa país está ameaçada por aqueles que sonham transformá-lo em um reino cristão medieval, por meio de um presidente que tem vínculos com uma igreja”, disse Park Jeong Kyu, porta-voz da ordem de Jogye.

Lee, 66 anos, é um dos decanos de uma

Relacionados

  • coreia do sul
    1056 palavras | 5 páginas
  • Mato Grosso do Sul
    2885 palavras | 12 páginas
  • Etnias do sul de angola
    1137 palavras | 5 páginas
  • Coréia do Norte
    1195 palavras | 5 páginas
  • Cruzeiro do Sul
    1381 palavras | 6 páginas
  • Poetas sul do brasil biografia
    836 palavras | 4 páginas
  • Bacia hidrográfica do Rio Paraíba do Sul
    864 palavras | 4 páginas
  • Coréia do norte - acesso ao terror
    806 palavras | 4 páginas
  • A Pratica do Lobolo no Sul
    2340 palavras | 10 páginas