Resenha Crítica sobre o filme Blade Runner, o Caçador de Androides.

1516 palavras 7 páginas
Contemplaram-se, exponencialmente nas últimas décadas do século XX, transformações inegáveis impulsionadas pela corrida armamentista e científica de um movimento duradouro denominado como Guerra Fria. Tal dinâmica histórica trajou reflexos intermitentes e duradouros, observados recorrentemente nos dias atuais e proféticos para os dias futuros. Tais mudanças acarretaram impactos importantes sob o âmbito cultural de toda uma sociedade e proporcionaram controvérsias, alvoroço e discussões inseridas nos mais diversos campos: palpáveis, intangíveis, artísticos e filosóficos. Esse texto, através de uma análise crítica do filme de ficção científica Blade Runner, de Ridley Scott, faz paralelos que concatenam tais mudanças paradigmáticas a uma …exibir mais conteúdo…
A diferenciação e percepção do outro torna-se impossível frente a tal distanciamento e falta de discernimento. Vive-se numa realidade sem consciência, num rompimento terminante e contínuo, no qual as relações comunicacionais tornam-se gradativamente mais restritas. Dentro do cenário futurista representado e previamente analisado, observa-se a constatação de uma previsão polêmica, sintetizada numa explosiva e polêmica afirmação do famoso filósofo existencialista, Friedriche Nitieszche: “Deus está morto! Deus permanece morto! E quem o matou fomos nós! Como haveremos de nos consolar, nós os algozes dos algozes? O que o mundo possuiu, até agora, de mais sagrado e mais poderoso sucumbiu exangue aos golpes das nossas lâminas. Quem nos limpará desse sangue? Qual a água que nos lavará? Que solenidades de desagravo, que jogos sagrados haveremos de inventar? A grandiosidade deste acto não será demasiada para nós? Não teremos de nos tornar nós próprios deuses, para parecermos apenas dignos dele?”.
A ideia de Deus não desempenha mais nenhum papel naquela sociedade, que, através empoderamento do ser humano por meio da tecnologia, está pronta para alcançar o ideal nietzschiano do “Super-homem”: um homem que está acima dos outros, que não se deixa acorrentar por deuses ou morais. O filme, por sua vez, de forma

Relacionados