Resenha Critica - Minorias Pesicológicas

2209 palavras 9 páginas
Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Departamento de Psicologia
Psicologia Social III
22/03/2014
MARIZIL DE OLIVEIRA

Resenha do Texto 06 Mailhiot, G. B. (1991). Dinâmica e Gênese dos Grupos. Capítulo Terceiro – AS MINORIAS PSICOLÓGICAS. São Paulo: Duas Cidades.
Segundo Mailhoit. G. B. (1991) Kurt Lewin se dedica ao primeiro problema social, após usa emigração para os Estado Unidos, ao seu grupo étnico. Por ser judeu, passou por várias situações abusivas e vexatórias. Ele procura encontrar uma explicação científica para o que sofreu. A partir daí, repensa e redefini o que se torna depois o objeto quase exclusivo de sua reflexão e suas pesquisas. Depois de tentar elucidar a psicologia das minorias judias, faz o mesmo com outros grupos minoritários. A partir do que descobre e é levado a repensar sobre que problemas constituem o centro da exploração e da experimentação da psicologia social.
Para entendimento na psicologia os termos de minoria e maioria são distintos em relação à demografia. Em demografia estes termos se referem à porcentagem de membros de uma população. Um grupo é considerado Maioria psicológica quando é estruturado, tem estatuto e direitos que lhe permitam se autodeterminar no plano do seu destino coletivo, independente do número ou da porcentagem de seus membros. E quando o destino coletivo de um grupo depende da boa vontade de outro grupo ele é considerado Minoria psicológica. Kurt Lewin utiliza ainda os termos: minoria discriminada e minoria

Relacionados

  • Resenha Crítica
    640 palavras | 3 páginas
  • Resenha critica
    1073 palavras | 5 páginas
  • Resenha Crítica
    1458 palavras | 6 páginas
  • Resenha Crítica
    988 palavras | 5 páginas
  • resenha critica
    938 palavras | 4 páginas
  • Resenha critica
    936 palavras | 4 páginas
  • resenha critica
    6554 palavras | 27 páginas
  • Resenha critica
    690 palavras | 3 páginas