Resenha: Livro Em Espírito e em Verdade

2016 palavras 9 páginas
EM ESPÍRITO E EM VERDADE

Resenha dos capítulos dez, onze e doze do Livro Em Espírito e em Verdade, de John Frame

MÚSICA NO CULTO
O autor John Frame afirma que a música é uma parte importante no culto porque as Escrituras ensinam que o povo de Deus deve também cantar suas verdades. A fala humana tem uma espécie de música própria, logo, toda linguagem é musical. Qualquer comunicação verbal no sentido amplo é musical. A fala enriquecida pelo uso proeminente de melodia, harmonia e ritmo é música no sentido estrito. Quando a palavra é proclamada possui características musicais, mas Deus chama seu povo para realçá-la com música no sentido estrito, como cantar louvores e tocar instrumentos musicais. A comunicação em forma de música
…exibir mais conteúdo…
Deve-se ter o cuidado ao classificar uma linguagem musical como irreverente dentro dos limites de uma subcultura particular.
Como a música no culto é um instrumento importante usado por Deus para edificação do seu povo, é importante saber escolhe-la, respeitando as diferenças numa atitude de amor mútuo.

MÚSICA NO CULTO: ALGUMAS CONTROVÉRSIAS
Neste capítulo onze, o autor afirma que durante muito tempo, em muitas igrejas presbiterianas e reformadas, os Salmos eram os únicos cânticos que podiam ser cantados. Ele começa apresentando alguns argumentos contrários à exclusividade dos cânticos dos Salmos no culto. Em seu primeiro argumento, afirma que a distinção tradicional entre elementos e circunstâncias não é assegurada ou confirmada pelas Escrituras. Não existe uma ordem divina específica que determine a música como elemento de culto e nem que determine o conteúdo dos cânticos. No segundo, afirma que mesmo que a música seja um elemento do culto, ela não pode estar dissociada dos outros elementos, ela é um meio para se realizar outros atos de culto, como a oração, a confissão etc. No terceiro, mostra que os defensores do uso exclusivo dos Salmos não tratam os outros elementos do culto com o mesmo rigor, permitem, por exemplo, a espontaneidade da pregação e da oração no culto. No quarto, afirma que há uma ordenação de cantar salmos no culto, entretanto, a palavra salmo é um

Relacionados

  • Resenha Miopia em Marketing e Marketing 3.0
    991 palavras | 4 páginas
  • Resenha Critica do livro Como fazer e apresentar trabalhos científicos em eventos acadêmicos
    510 palavras | 3 páginas
  • RESENHA DO LIVRO ADMINISTRAÇÃO EM PUBLICIDADE (Marcélia Lupetti)
    2034 palavras | 9 páginas
  • resenha a partir do livro - A Pesquisa em História,
    1212 palavras | 5 páginas
  • Resenha do livro letramento em tres generos
    1309 palavras | 6 páginas
  • Resenha livro transformando suor em ouro
    817 palavras | 4 páginas
  • Resenha do livro Feridos em nome de Deus
    1223 palavras | 5 páginas
  • Resenha - Poder em Foucault e Maquiavel
    1720 palavras | 7 páginas