Resenha Reforma Psiquiátrica e Política de Saúde Mental no Brasil

988 palavras 4 páginas
Resenha de Material Bibliográfico (2014)
Prof. Dr. Renato Diniz Silveira

Referência Bibliográfica:

Reforma Psiquiátrica e Política de Saúde Mental no Brasil. Novembro, 2005.

ACADÊMICO

____________________________________________________

I. Argumento do Autor:

A reforma na saúde mental foi um processo lento e complexo, mas trouxe consigo muitas vitórias, dentre elas o respeito e a autonomia dos usuários do serviço.

2. Idéias Principais:

• O processo da reforma psiquiátrica surgiu do “movimento sanitário” nos anos 70. Com o intuito de mudar os modelos de atenção e gestão nas práticas de saúde, equidade das ofertas de serviços, protagonismo dos trabalhadores e usuários dos serviços de saúde, etc.
• 1978 foi o ano do início efetivo do movimento social pelos direitos dos pacientes psiquiátricos no Brasil.
• Através desse movimento que passa a protagonizar e a construir a denúncia da violência nos manicômios, da mercantitlização da loucura, da hegemonia de uma rede privada de assistência e a construir coletivamente uma critica ao chamado saber psiquiátrico e o modelo hospitalocentrico.
• Surgimento do primeiro CAPs do Brasil em 1987
• Criação do SUS em 1788
Substituição dos letios psiquiátricos por uma rede integrada de atenção à saúde mental.
• Lei federal redireciona a assistência em saúde mental, privilegiando o oferecimento de tratamento em serviços de base comunitária, dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas com

Relacionados

  • Resenha livro saude mental e atenção psicossocial
    2887 palavras | 12 páginas
  • A reforma psiquiatrica como forma de inclusao social
    2763 palavras | 12 páginas
  • resenha critica filme politicas de saúde no Brasil
    1361 palavras | 6 páginas
  • Filme: politica de saude no Brasil.
    2130 palavras | 9 páginas
  • O judiciário e as políticas de saúde no brasil: o caso aids
    15311 palavras | 62 páginas
  • A história da loucura no brasil, a reforma psiquiátrica no brasil e a realidade da rede de saúde mental no amazonas
    1891 palavras | 8 páginas
  • saúde mental e familia
    2677 palavras | 11 páginas