Resenha-algumas observações sobre o inconsciente-freud

850 palavras 4 páginas
Resenha do texto ``Algumas observações sobre o conceito de inconsciente na psicanálise.´´

O objetivo proposto por Freud no início do texto é de elucidar o sentido de inconsciente na psicanálise. Para isso ele inicia o artigo com um breve exemplo de como uma ideia dada na consciência após desaparecer pode reemergir, mesmo sem um novo estímulo sensorial que ocasionou o primeiro aparecimento. Extrai-se por esse exemplo o conceito de ideia latente, esta deve estar armazenada no espírito durante esse lapso de tempo. Essa conceituação é sobreposta por um conceito oposto, em que a ideia latente não existe, ou seja, após o lapso de tempo referido a reativação do dispositivo físico que produz a ideia, nesse caso, toda vida psíquica se resume a consciência, para Freud (2010, p. 257), essa teoria está errada pela equivalência entre consciente e psíquico e por renegar a memória à psicologia: “(...) evidentemente está errada em negar à psicologia o direito de aclarar com seus próprios meios um de seus fatos mais corriqueiros, o da memória.” O autor separa em sua conceituação, o consciente e o inconsciente, diferentemente da teoria sobreposta, as ideias podem ser percebidas ou não, as que não o são serão chamadas primariamente de inconscientes, digo primariamente, pois o autor irá posteriormente separar as ideias latentes em duas categorias. Para conceituar a ideia de inconsciente, Freud recorre ao experimento de Bernheim. Nesse experimento o paciente é colocado em

Relacionados

  • RESUMO O INCONSCIENTE DE FREUD
    924 palavras | 4 páginas
  • Resumo do Capítulo “O Inconsciente” do Livro “Freud e o Inconsciente” de Luiz Alfredo Garcia-Roza
    768 palavras | 4 páginas
  • Algumas questões sobre o transexualismo
    2190 palavras | 9 páginas
  • Observações sobre o amor transferencial
    867 palavras | 4 páginas
  • Resenha - O Id e o Ego (Freud)
    1338 palavras | 6 páginas
  • Resenha: Sobre a Psicoterapia - Freud
    588 palavras | 3 páginas
  • O INCONSCIENTE EM FREUD
    2974 palavras | 12 páginas
  • Freud, o arqueólogo do inconsciente
    2824 palavras | 12 páginas
  • Resenha do Livro "Estudos sobre a Histeria", Freud
    2969 palavras | 12 páginas