Resenha cartas a um jovem terapeuta

839 palavras 4 páginas
Logo nas primeiras páginas de “Cartas a um Jovem Terapeuta” podemos notar que se trata de uma literatura psicanalítica singular: com uma linguagem clara e simples – nem por isso vulgar como acontece a alguns autores que se arriscam a escrever textos para um público “leigo” – Contardo Calligaris faz um verdadeiro passeio por temas delicados referentes à situação analítica. O livro é escrito através de respostas às cartas de um jovem casal de profissionais, fórmula esta que, segundo jornalistas e críticos, prende facilmente a atenção do leitor. Calligaris usa o seu conhecimento em psicanálise mesclado com a sua experiência como psicanalista, tornando assim os conceitos abordados mais facilmente vislumbráveis aos profissionais iniciantes …exibir mais conteúdo…
Outro ponto muito bem apontado e criticado pelo autor são as receitas, vistas em livros e artigos da área, para conseguir mais clientes, para manter os seus clientes ou para garantir que estes retornem depois de uma primeira entrevista. Calligaris defende que estas práticas abandonam o que é essencial ao tratamento analítico, a relação verdadeira entre paciente e terapeuta. Discute assuntos pontuais como setting, contrato, duração da sessão

Relacionados

  • Jornada da Alma
    2726 palavras | 11 páginas
  • TCC PSC IBC
    3412 palavras | 14 páginas
  • Melanie Klain
    5884 palavras | 24 páginas
  • Privação e delinquência
    14080 palavras | 57 páginas
  • A interpretação dos sonhos e a clinica psicanalitica
    14538 palavras | 59 páginas
  • Diario de bordo pedagogia
    19062 palavras | 77 páginas