Resenha da origem da teoria da burocracia (max weber)

1487 palavras 6 páginas
RESENHA

INTRODUÇÃO À TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO
Cap. 11 - Modelo Burocrático de Organização:
Origem da Teoria da Burocracia (Max Weber)

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração: Cap. 11 - Modelo Burocrático de Organização: Origem da Teoria da Burocracia - Max Weber. 5 ed. Rio de Janeiro: Campus 2000. 920 p.

Filho de pai advogado, cuja família era de classe média alta, Emil Maximilian Weber (Max Weber), nasceu na Alemanha em 21 de abril de 1864 na cidade de Erfurt. Estudou Direito, Economia Nacional, Filosofia e História e em seguida fez Doutorado em Direito. Seus principais trabalhos foram: Sistema econômico e sociedade e, A ética protestante e o espírito do capitalismo. A partir da
…exibir mais conteúdo…
Weber verificou também, que o capitalismo, a burocracia, como forma de organização, e a ciência moderna constituem três formas de racionalidade (conformidade com a razão) que surgiram a partir das mudanças religiosas ocorridas nos países protestantes onde as semelhanças entre o protestante e o comportamento capitalista são impressionantes. Para compreender a burocracia, Max Weber estudou os tipos de sociedade e os tipos de autoridades. De acordo com o conceito popular, a burocracia é vista como uma organização onde o papelório se multiplica e se avoluma, impedindo soluções rápidas e/ou eficientes. O termo também é empregado com o sentido de apego dos funcionários aos regulamentos e rotinas, causando eficiência à organização. O leigo passou a dar o nome de burocracia aos efeitos do sistema, ou seja, as disfunções ou complicações, e não ao sistema de organização em si mesmo. Todavia, o conceito de burocracia explica e orienta nos mínimos detalhes como as coisas deverão ser realizadas. De acordo com Max Weber, a burocracia tem as seguintes características: a. Caráter legal das normas e regulamento: Entende-se que a burocracia é uma organização ligada por normas e regulamentos pré-estabelecidos na forma escrita. Baseia-se em uma legislação própria, com constituições e estatutos, que definem de forma antecipada, como a organização burocrática deve

Relacionados

  • Resenha crítica de a ética protestante e o espírito do capitalismo
    2912 palavras | 12 páginas
  • Resenha do livro as consequências da modernidade, de anthony giddens
    5601 palavras | 23 páginas
  • Resumo do livro: A cultura do novo capitalismo
    9712 palavras | 39 páginas