Resenha do 1º Capítulo do livro Do Outro Lado de Mary del Priore

2796 palavras 12 páginas
Referências: Del PRIORE, Mary. DO OUTRO LADO: A História do Sobrenatural e do Espiritismo. São Paulo: Planeta, 2014. 1ª ed. Capítulo I: Como tudo começou (p.9 – p.36).

Josielison Ferdinei da Costa Ribeiro1

Sobre a autora

Nascida em 1952 no Rio de Janeiro, Mary del Priore é uma famosa e premiada historiadora brasileira, graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), fez seu Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (USP-SP) e Pós-Doutorado pela Ecole des Hautes Etudes em Sciences Sociales, em Paris no ano de 1996. Além disso, lecionou na Universidade de São Paulo e na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente é professora do programa de Pós-Graduação em História da
…exibir mais conteúdo…
Ela também cita, de Gilberto Freyre, a história de certo médico negro chamado Dornelas, que passando por uma rua foi cuspido por uma moça fidalga que morava em um sobrado. Ao olhar para o cuspe da moça, concluiu a olho nu que a moça estava tuberculosa e não tinha nem um ano de vida. Passados alguns meses saía deste sobrado um caixão azul com o corpo da moça. A relação que vemos agora, segundo pessoas da época, era sobrenatural, acreditava - se que o médico era iluminado por alguma coisa. A crença era tão real que em reuniões de espiritismo realizadas na cidade de Recife, o espírito desse médico era invocado inúmeras vezes para diagnosticar a doença de pessoas. Vemos também neste relato a necessidade de falar com os mortos, assim como a religião é importante ao equilíbrio humano. Segundo a autora, essas crenças, os mortos, também servem para julgar os bons e os maus homens.
Em 1860, existiam diversas religiões e crenças, em cada esquina, em cada rua, era só perguntar que logo veríamos a diversidade de religiões e adeptos de crenças. Existia o medo, envolto de um Império já entrando em decadência, as diversas sociedades viam em suas crenças e religiões as perspectivas de dias melhores, daí a importância da religião, se não dos mortos para os anseios desta sociedade. Eles não ofereciam a informação exata do futuro, mas traziam alívio e conforto para aqueles que neles

Relacionados

  • Fichamento do 1º capitulo do livro de Bürdek
    1096 palavras | 5 páginas
  • O outro lado do poder
    898 palavras | 4 páginas
  • Relação do Filme Geração Roubada com o 1º Capítulo do Livro “Aprender Antropologia” de François Laplantine
    1043 palavras | 5 páginas
  • Resenha do livro um outro olhar- hugues de montalembert
    836 palavras | 4 páginas
  • Resenha do capitulo do livro ciencia politica
    1038 palavras | 5 páginas
  • Resenha do livro: O universo ao lado
    1356 palavras | 6 páginas
  • Historia das crianças do Brasil de Mary Del Priori
    1933 palavras | 8 páginas
  • Resenha Crítica do Filme "Quando Nietzsche Chorou e do Capitulo de Psicanálise do Livro "Psicologias"
    1244 palavras | 6 páginas