Resenha do Livro: 101 Perguntas e respostas sobre adoção

919 palavras 4 páginas
Resenha: 101 Perguntas e Respostas Sobre Adoção

CeCIF Centro de Capacitação e Incentivo à Formação. 101 Perguntas e Respostas Sobre Adoção. Série:Toda Criança em Família. São Paulo: CeCIF Centro de Capacitação e Incentivo à Formação., 2001.
O livro “101 Perguntas e Respostas sobre Adoção” faz parte da série: Toda Criança em Família, escrita e organizada pelo Centro de Capacitação e Incentivo à Formação de profissionais, voluntários e organizações que desenvolvem trabalho de apoio à convivência familiar. Conforme consta nesse livro, a série tem por objetivo ser um “Roteiro para formação de uma associação de apoio a convivência familiar”.
101 Perguntas e Respostas sobre Adoção, em especial, tem por objetivo desmistificar a adoção no
…exibir mais conteúdo…
Começa então a primeira parte do livro com o que eles intitularam cartas, são breves textos os quais promovem uma reflexão profunda sobre o tema dentro da área de cada público alvo, especificado no título, por exemplo: “Carta à imprensa”, “Carta aos pais por adoção”, entre outras. Em seguida, apresenta os nomes e a formação dos profissionais os quais esclarecerão as dúvidas pertinentes.
Na segunda parte começam as perguntas e respostas. A temática é introduzida com questionamentos gerais como, por exemplo, “O que é adoção?”, “Onde devo ir para adotar uma criança?”, função do promotor e do psicólogo na adoção, o funcionamento dos órgãos responsáveis, prováveis comportamentos do adotado, sentimentos do adotante e etc. Seria um embasamento para as perguntas subsequentes, as quais são mais aprofundadas.
Em seguida apresenta-se a parte de “Origem e Revelação”, na qual os profissionais orientam como devem ser respondidas as eventuais perguntas referentes ao passado da criança, por exemplo, quando e o quanto contar a respeito da sua origem ou como reagir quando a criança quiser conhecer seus pais biológicos.
Na sequência trata de “Adoção tardia”, como lidar com crianças maiores e suas peculiaridades. Inclusive sobre como tratar os costumes da vida anterior a adoção, por exemplo, a prática de mendicância.
Logo após somos apresentados às questões de “Adoção Inter-racial” (por ser do ano de 2001, fala-se em raça, termo não mais utilizado) e quanto aos preconceitos

Relacionados