Resenha do filme Auto da Compadecida

836 palavras 4 páginas
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS
DISCIPLINA: LET 044
PROFESSORA: MARCELA PAIM
ALUNOS: DÊNISSON ROSENDO DIACIZ E LUCAS DAVI DE OLIVEIRA
Resenha do filme:
O Auto da Compadecida/Guel Arraes e Mauro Mendonça Filho/ BRA/1999
Por Dênisson Rosendo Diaciz e Lucas Davi de Oliveira *.
O Auto da Compadecida - não se sabe o que é melhor, de um lado, temos o livro de Ariano Suassuna, do outro, o filme dirigido por Guel Arraes e interpretado por Matheus Nachtergaele e Selton Mello. É uma obra escrita com destino teatral que foi bem adaptada para o cinema, o filme toca em um ponto delicado da humanidade: sentimentos não-nobres que as pessoas guardam dentro de si e que às vezes vêm à tona. Repetindo o sucesso
…exibir mais conteúdo…
Não viu a diferença? Antes era " Que maluquice, que besteira!", agora "Não veja mal nenhum em se abençoar as criatura de Deus!”. Contudo, a cachorra morre e o casal exige que seja feito um enterro em latim. João Grilo fala ao padre que a cachorra deixou um testamento, só assim consegue, essa é uma de varias trapaças de um sertanejo pobre e mentiroso como por exemplo gato que "descome dinheiro" e a gaita que fecha o corpo e ressuscita.
De repente o vilarejo é invadido, roubado e

Relacionados

  • Resenha comparativa
    4802 palavras | 20 páginas
  • Resenha
    1087 palavras | 5 páginas