Resenha do livro Festa no Pedaço

2266 palavras 10 páginas
O livro “Festa no Pedaço”, de José Guilherme Cantor Magnani, retrata o estudo

do tempo livre em bairros periféricos, nos quais o lazer não era considerado prioridade,

a partir da análise da importância do lazer no cotidiano da população e da forma efetiva

com que ele é desfrutado. Tal estudo foi realizado não apenas a partir da coleta de

dados por pesquisas e questionários, os quais o autor viu não mostrarem a realidade,

como, também, pela observação através da inserção do autor na vida diária da classe

popular, obtendo dados mais fiéis à retratação das atividades exercidas fora do tempo

de trabalho. Analisando o cotidiano das chamadas “massas marginais” pelo aspecto do

tempo livre, tratado na maior parte das vezes com menor importância em decorrência

a outros assuntos, como o trabalho e a política, Magnani busca a imersão na vida

diária sem deixar a mesma tornar-se familiar a ponto de perder questões, visões ou

informações importantes para o estudo e tentando eliminar um dos pré-conceitos

feitos sobre o lazer, do mesmo como válvula de escape e alienação, trazendo à tona

o aspecto educativo do lazer e seus significados para quem o pratica, principalmente

através da atração do circo-teatro.

Magnani inicia seu livro falando a respeito da periferia. As “massas marginais”,

também chamadas “classes populares” e sua localização geográfica nos bairros

Relacionados

  • Resenha do livro mentes perigosas
    2926 palavras | 12 páginas
  • Fichamente do livro mapas para a festa - otto maduro
    942 palavras | 4 páginas
  • Resenha do livro Tumbu
    519 palavras | 3 páginas
  • Resenha do Livro: A Igreja Saudável
    1297 palavras | 6 páginas
  • Resenha do livro fédon
    1597 palavras | 7 páginas
  • Resenha do livro Cidades Rebeldes
    2072 palavras | 9 páginas
  • Resenha livro "a direção do vento"
    2625 palavras | 11 páginas
  • RESENHA DO LIVRO: A CASA DE MAPUHI
    979 palavras | 4 páginas