Resenha do livro “imagem: cognição, semiótica, mídia”, de lucia santaella e winfried nöth

2634 palavras 11 páginas
RESENHA DO LIVRO “Imagem: cognição, semiótica, mídia”, de Lucia Santaella e Winfried Nöth por Maria Ogécia Drigo (UNISO-SP) Lucia Santaella e Winfried Nöth mencionam na Introd ução do livro “Imagem: cognição, semiótica, mídia” (São Paulo: Iluminuras, 2001), que “uma ciência da imagem, uma imagologia ou iconologia ainda está por existir” (p. 13). Nesse sentido, Durand (2004), enfatiza que os progressos das técnicas de reprodução por imagens, como a fotografia, o vídeo, as “imagens sintéticas”, bem como os meios de transmissão dessas, não permitiram ao século XX desenvolver estudos vinculados à imagem capazes de abalar o reino da “galáxia de Gutemberg”, expressão de Mc Luhan, reino esse caracterizado pela supremacia da imprensa e da …exibir mais conteúdo…
Os autores discutem questões sobre o tempo intrínseco e extrínseco à imagem e anunciam um terceiro, o tempo intersticial, como concernente à percepção, no quinto capítulo: “Imagem, percepção e tempo”. No entanto, vale enfatizar que mencionam como curioso “o modo como exploramos uma imagem, o que é feito não de modo global, mas por fixações sucessivas que duram alguns décimos de segundo cada uma e limitam-se às partes das imagens mais providas de informações” (p. 85). • simples qualidade de 1. Ícone puro sentimento indivisível e não analisável • tem natureza

Página 62

mental • mera possibilidade ainda não realizada 2.1.Aspecto passivo (ação do percepto sobre a mente em estado não reativo) 2.1.1.Qualidade de sentimento (qualidade de sentimento absorvente e absoluta na faísca fora-do-tempo ) Exemplos: a) qualidade exterior: cor, luz, cheiro b)compósito de qualidades: uma visão ou lembrança de plenitude na dor ou regozijo 2.1.2. Revelação perceptiva Diz respeito à sua atualidade e se refere às diferentes funções que o ícone adquire nos processos de percepção (experiência que corresponde à identidade formal e material entre percepto e percipuum) 2.2.Aspecto ativo (o percepto aparece no seu aspecto qualitativo, logo, a mente produz associações sob o efeito da similaridade) 3.1.Imagem - similaridade na aparência 3.2.Diagrama – similaridade nas relações 2.2.1. Qualidades que se juntam numa só (uma

Relacionados