Resenha do livro quem precisa de teologia ?

2528 palavras 11 páginas
Resenha do Livro Quem Precisa de Teologia ?

I A Obra : Quem Precisa de Teologia ?
II Credenciais dos Autores:
Stanley J. Grenz tem se destacado como um grande escritor no meio evangélico, entre suas obras destaca-se: 20th-Century Theology: God and World in the Transitional Age, escrito em parceria com Roger E.Olson, Professor no Bethel Collge,Minnesota.
Grenz também vem se destacando como professor de teologia e ética no Carey Theological College e Regent College, Colúmbia Britânica, Canadá.
Grenz pode ser descrito como um evangélico ecumênico cujas obras têm contribuindo para comunidade reformada.

III Editora: Vida do Grupo Zondervan Harper Collins
Editora Filiada a Associação Brasileira de Editores Cristãos
1° Edição Outubro
…exibir mais conteúdo…
E vale a pena lembrar que ninguém faz teologia sem saber nada sobre o assunto. O autor de uma forma clara descreve a crença não-refletida, baseada na fé cega. Porem grandes homens e mulheres de Deus tiveram uma fé singela dos Santos, que nunca foram instruídos em teologia formal. O Espírito Santo nos guia em toda verdade dando a nós o real sentido da fé. Embora a teologia popular possa ser encontrada em todas as denominações e com grande freqüência entre pessoas que se consideram cristã. Note que a maioria dos adeptos da teologia popular jamais a consideraria “teologia”.
Ela a teologia popular se materializa e se perpetua por meio de frases de pára-choques cristãs: refrão, clichês e lendas.
A teologia popular é o apego a tradições orais sem substância. Elas simplesmente são cridas porque soam espirituais.
Louvo a Deus, pois homens e mulheres fieis a palavra e de bom caráter e com chamada de Deus para exercer o ministério enfrentaram as objeção e passaram a ser teólogo formal. Um exemplo da teologia popular é a onda de interesse por anjos.
A teologia popular, por seu conformismo, é imprópria para maioria dos cristãos. Ela estimula a ingenuidade, a espiritualidade forçada e respostas simplistas a os difíceis dilemas com que deparam os seguidores de Jesus Cristo.
O autor deixa claro que a teologia leiga representa, quanto ao nível de reflexão, um passo acima da teologia popular. Portanto a

Relacionados

  • Resenha critica - pedro demo
    669 palavras | 3 páginas
  • BIBLIOLOGIA VIVENCIA CRIST O E METODOLOGIA
    3573 palavras | 15 páginas
  • ITQ 1º módulo
    8693 palavras | 35 páginas
  • Reumo do livro entenda a fé cristã
    1007 palavras | 4 páginas
  • sistemas de informação
    1673 palavras | 7 páginas
  • Resenha - "religião popular, uma resposta cristã as crenças e práticas populares"
    4771 palavras | 20 páginas
  • Batismo e Plenitude
    1988 palavras | 8 páginas
  • Resenha Gedeon Alencar: “Assembleias de Deus: origem, implantação e militância.”
    2044 palavras | 9 páginas
  • Sínteses da obra De Magistro de Tomás de Aquino
    1894 palavras | 8 páginas