Resenha do livro: reforma agrária e preço justo: a indenização na desapropriação agrária sancionatória

1479 palavras 6 páginas
Resenha do Livro: Reforma Agrária e Preço Justo: A Indenização na Desapropriação Agrária Sancionatória

Autor: João Paulo de Faria Santos

Este trabalho é uma resenha do livro do professor João Paulo de Faria Santos, cuja obra se chama Reforma Agrária e Preço Justo: A Indenização na Desapropriação Agrária Sancionatória. Por meio dessa resenha é possível analisar e refletir sobre as mudanças que a sociedade moderna atravessa no que tange à propriedade e seus valores, desígnios e destinações, baseando-se sobretudo na história da propriedade no Brasil.

O processo histórico que culminou na atual conjuntura da propriedade e dos valores que essa perpassa carregou consigo a ideia do individualismo proprietário e,
…exibir mais conteúdo…
O movimento abolicionista foi uma verdadeira releitura da noção de propriedade que vigorava na época. O abolicionismo no Brasil significou o surgimento da ideia de desapropriação e indenização. Defende o autor a tese de que não é suficiente entender a despropriação para fins de reforma agrária apenas em casos de crimes ambientais e trabalho escravo, o que vale prosperar.

Essa é uma determinação muito estrita, tendo em vista que a função social da terra muitas vezes deixa de ser cumprida por seus proprietários. Além disso, há condutas adotadas pelos proprietários das terras que são afastadas pela lei, como a apropriação indevida de bens públicos ou a nítida falta de um justo motivo para permanecerem com a terra. “O movimento rural e ambiental mobilizado nesse sentido torna inconstitucional uma interpretação de preço justo indenizatório baseada meramente no preço de mercado”[1].

É relembrando experiências e tradições que o autor permeia o caminho para construir o pensamento que agasalha a indenização na desapropriação agrária sancionatória. E essa desapropriação nada mais é que transferência compulsória da propriedade (no caso trabalhado, a propriedade que virá a ser objeto de reforma agrária) particular para o domínio público em função de utilidade ou necessidade pública e interesse social.

A propriedade privada foi mitigada no Brasil em um tempo onde isso pareceria

Relacionados

  • Fichamento do livro a fazenda pública em juízo de leonardo carneiro da cunha.
    11150 palavras | 45 páginas
  • PREÇO JUSTO, SINÔNIMO DE COMPETITIVIDADE E LUCRO
    1197 palavras | 5 páginas
  • Resenha do livro free: grátis: o futuro dos preços
    6230 palavras | 25 páginas
  • Resumo o que é questão agraria
    5459 palavras | 22 páginas
  • Posse Comum e Posse Agrária
    1294 palavras | 6 páginas
  • O espaço agraria no brasil e no mundo
    1972 palavras | 8 páginas
  • Geografia agraria
    3013 palavras | 13 páginas
  • Questão social e reforma agraria: politica social redistributiva
    3202 palavras | 13 páginas