Resenha do livro: superdicas para se tornar um verdadeiro líder

923 palavras 4 páginas
Curso: MBA em Tecnologia da Informação e Internet

Disciplina: Maestria Profissional

Professor: Fátima Burlamaqui

Resenha do Livro: Superdicas para se tornar um verdadeiro líder

Autor da resenha: Wendel Marcos dos Santos

São Paulo
2º Semestre de 2012
O livro nos dá uma série de dicas sobre como as emoções influenciam nos rumos de uma empresa, apresentando diversas formas de entender este fenômeno e gerencia-lo.
Existe, nos dias atuais, uma boa dose de consenso de que as empresas devem entender o colaborador/funcionário não apenas como “profissional” mas também perceber que seu lado emocional deve encontrar formas de se expressar dentro da empresa, não sendo dissociado como algo que não existisse.
A partir daí surge a
…exibir mais conteúdo…
É interessante que o líder enxergue o lado humano das pessoas, dando autonomia e capacitação a elas.
Quando o líder possui o conhecimento tanto da sua equipe quanto dele mesmo, ele consegue aplicar um conceito muito importante, o da delegação, que faz com que ele desenvolva novos talentos dentro da equipe;isto gera um nível de comprometimento maior, além de facilitar o processo de maturação dos indivíduos do grupo.
Obviamente que a delegação deve ser feita respeitando alguns pontos, além de simplesmente repassar a tarefa a alguém: o líder deve se certificar de ter treinado aquela pessoa para tal tarefa, acompanhar de perto o progresso da mesma na execução, dando feedback constante sobre as tarefas.
Isso estimula o processo de “sair da zona de conforto” para os envolvidos, pois se apresenta um desafio como fator motivacional; as pessoas geralmente se lembram de épocas mais desafiadoras como as de crescimento pessoal, estimulando o compromisso com a empresa.
O líder possivelmente terá vários perfis psicológicos dentro de sua equipe, bem como pessoas cofm níveis de maturidade diferentes, motivo pelo qual deve adaptar estilos de liderança diferentes para pessoas e situações diferentes.
Motivo pelo qual o feedback deve ser direcionado como um depoimento, sem acusações, aplicado de forma serena, baseado em fatos que

Relacionados