Resenha "doze lições sobre a história"

4370 palavras 18 páginas
No capítulo III, "Os fatos e a crítica histórica", o autor vai levantar a questão sobre a construção dos fatos hitóricos embasados em determinados métodos críticos. Antoine Prost começa explicando que a história apresenta dois momentos: o de conhecer os fatos e em seguida explicá-los e conectá-los. O autor explica também que esse método de se estabelecer os fatos e a suas respectivas interpretações foi teorizada pela escola métodica no final do século XIX, especificamente por Seignobos e Langlois.
A construção dos fatos se dá, por sua vez, porque estes não estão prontos, segundo Langlois e Seignobos. É necessário construí-los, entretanto dentro de toda uma metodologia.
A devida importância dessa construção se dá, de acordo com as palavras do autor, garantir que a história, ao invés de ser uma sequência de opiniões subjetivas, cuja aceitação ou rejeição ficaria ao critério de cada um, seja uma expressão de uma verdade objetiva.Dessa forma, os fatos exercessem um 'papel' de provas/evidências que vão resistir à qualquer contestação.Vale complementar que, o trabalho do historiador não reside em impôr uma verdade sobre as pessoas, para assim acreditarem em sua palavra, porém o historiador permite que o leitor, através dos fatos (das "provas") possa verificar suas afirmações.
Pode-se concluir, então, segundo as palavras de Antoine Prost: "toda afirmação deverá ser comprovada, ou seja, a história só é possível respaldada em fatos."(PROST, 2009, p.56)
Seguindo o racicionio,

Relacionados

  • Resenha Histórias de Mãe Filho
    894 palavras | 4 páginas
  • Resenha História Oral
    1513 palavras | 7 páginas
  • 5 Lições da psicanálise resenha
    1228 palavras | 5 páginas
  • RESENHA SOBRE: DISCIPLINAS E INTEGRAÇÃO CURRICULAR: HISTÓRIA E POLÍTICAS
    812 palavras | 4 páginas
  • Resenha de 5 lições de psicanálise - Freud
    1813 palavras | 8 páginas
  • Resenha Cinco lições da psicanálise
    1982 palavras | 8 páginas
  • Resenha critica do filme doze homens e uma setença
    816 palavras | 4 páginas
  • Resenha Herman HERTZBERGER, Lições de arquitetura
    1901 palavras | 8 páginas