Resenha max weber

1568 palavras 7 páginas
FACULDADE DE BALSAS – UNIBALSAS
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO – 1º PERÍODO
Resenha Critica: Visão Crítica Da Abordagem Mecânica
Professora: Vanice Gomes
Aluno: Marcílio Santos
Balsas - MA, Março 2012

Biografia Max Weber
Maximillion Weber, economista, sociólogo e filósofo alemão, nasceu em 1864 em Erfurt, Turíngia, e morreu em 1920 em Munique. Filho de um grande industrial textil na Alemanha Ocidental. Foi um dos principais nomes da sociologia moderna. Realizou extensos estudos sobre história comparativa e foi um dos autores mais influentes no estudo do surgimento do capitalismo e da burocracia, bem como da sociologia da religião. Um dos seus objetivos principais foi refutar a tese de Karl Marx, segundo a qual o capitalismo nascera
…exibir mais conteúdo…
A objetividade do conhecimento é possível, desde que se separe claramente o conhecimento empírico da ação prática. Segundo Weber essa é uma atitude que depende de uma decisão individual do pesquisador, ou seja, os cientistas devem estar dispostos a buscar essa objetividade. Na concepção dos autores Weber e Durkheim, há uma separação entre ciência e ideologia. Para Weber também há uma separação entre política e ciência, pois a esfera da política é irracional, influenciada pela paixão e a esfera da ciência é racional, imparcial e neutra. O homem político apaixona-se, luta, tem um princípio de responsabilidade, de pensar as conseqüências dos atos. O político entende por direção do Estado, correlação de força, capacidade de impor sua vontade a demais pessoas e grupos políticos. É luta pelo poder dentro do Estado. Já o cientista deve ser neutro, amante da verdade e do conhecimento científicos, não deve emitir opiniões e sim pensar segundo os padrões científicos, deve fazer ciência por vocação. Se o cientista apaixonar-se pelo objeto de sua investigação não será nem imparcial nem objetivo. Para Durkheim política é a relação entre governantes e governados.
Entretanto, na concepção de Marx não se podem dissociar ciência e ideologia, pois para ele ideologia faz parte da ciência. Segundo ele ciência é ciência porque explica o objeto tal como ele é, porém o conhecimento não é neutro. Política para este também é luta, mas não de indivíduos como para Weber, é, sim, luta de classes.

Relacionados

  • Resenha da origem da teoria da burocracia (max weber)
    1487 palavras | 6 páginas
  • Resenha Conceito e Categorias de Cidade (Max Weber)
    1477 palavras | 6 páginas
  • Resenha ciência e política duas vocações max weber
    3030 palavras | 13 páginas
  • Resenha Max Weber- "os tipos de dominação"
    917 palavras | 4 páginas
  • Resenha - Max Weber - A ética protestante e o espírito do capitalismo.
    946 palavras | 4 páginas
  • Teoria da Burocracia (RESENHA)
    1862 palavras | 8 páginas
  • O ascetismo e o espírito do capitalismo, da obra A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo, de Max Weber.
    837 palavras | 4 páginas
  • FILIAÇAO RELIGIOSA E ESTRATIFICAÇAO SOCIAL
    1648 palavras | 7 páginas