Resenha reforma sanitária

718 palavras 3 páginas
CLÁUDIA CHIARI FERREIRA DE SOUZA

Reforma Sanitária: uma proposta, um projeto, um movimento, um processo.

Belém, Pará
2013

Reforma Sanitária: uma proposta, um projeto, um movimento, um processo.
Aluna: Cláudia Chiari Ferrreira de Souza
Disciplina: Organização Social e Profissional da Prática em Saúde
Professora: Hilma Solange

Belém, Pará
2013
.Reforma Sanitária: uma proposta, um projeto, um movimento, um processo. A Reforma Sanitária Brasileira foi o resultado de anos de luta pela democracia e contra a ditadura, diante da possibilidade de se construir um novo país. Podemos dizer que de 1976 até 1994 foi quando ocorreu esse longo processo de trabalho de mudança na saúde brasileira. No Brasil, em meados da década de 70, concretizou-se a ideia de um movimento em prol da democratização da saúde, justamente no período da Ditadura Militar, estudantes e profissionais da saúde começaram a reivindicar uma nova direção para a saúde no país. Em 1976, a criação do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes), foi o primeiro passo da longa jornada que estava para ser conquistada. Com isso, foi propiciado um espaço de dialogo e discussão sobre a falência do modulo de assistência vivido na época. Foi na criação de uma revista chamada “Saúde e Debate” e logo em suas primeiras edições que surgiu a ideia de direito à saúde, e, logo em seguida, uma proposta de reforma sanitária. Mesmo sem ser um conceito muito conhecido, ainda, chamou muita atenção e abriu a mente de

Relacionados

  • Resenha do livro: reforma agrária e preço justo: a indenização na desapropriação agrária sancionatória
    1479 palavras | 6 páginas
  • reforma psiquiatrica
    2287 palavras | 10 páginas
  • origens da reforma sanitária e do sus
    1172 palavras | 5 páginas
  • REFORMA
    1515 palavras | 7 páginas
  • Resenha Reforma Psiquiátrica e Política de Saúde Mental no Brasil
    988 palavras | 4 páginas
  • Resenha - modelos organizacionais e reformas administrativas na administração pública
    1429 palavras | 6 páginas
  • Resenha sobre dreher, martin n. a crise e a renovação da igreja no período da reforma
    1645 palavras | 7 páginas