Resenha sobre o livro o mundo de ponta-cabeça.

430 palavras 2 páginas
Rio de Janeiro
Universidade Estácio de Sá
Campus: Presidente Vargas – Centro I
Aluno: Alexandre de Souza São Braz
Matricula: 201002053811
Curso: História Disciplina: Moderna II
Professor: William Martins

Christopher Hill (1912-2003).

Resenha do Texto: O Mundo de Ponta-Cabeça. Christopher Hill pretende, em sua obra O Mundo de Ponta-Cabeça, abordar o tema em dois enfoques principais. A projeção de uma ordem de ética protestante e a ascensão da burguesia.
Descreve, sobre uma parte da população que passara despercebida, na historiografia tradicional que são as camadas populares. Tendo um enfoque marxista, em que esta parcela da população a camadas de baixo tem um destaque especial. Podemos verificar em seu texto e que realmente tiveram participação direta no processo revolucionário inglês. Ele nos propõe que estes “grupos” de marginalizados formaram movimentos radicais, e que suas propostas, poderiam ter levado a Revolução a um rumo completamente diferente. Esse processo com é descrito em seu texto, não foi realizado em um consenso linear, e sim com propostas radicais, de ideias formadas por homens e mulheres pobres sem educação ou erudição. Estas propostas foram defendidas pelos rebeldes no início da Revolução, com participação do Exército de Novo Tipo formado com ideais de projeção democrática. Algumas delas como a abolição da propriedade privada e a instituição da propriedade comunal, o fim dos dízimos e das Igrejas organizadas, a soberania popular

Relacionados

  • Resenha O Mundo Globalizado
    843 palavras | 4 páginas
  • Exercícios sobre o livro "a volta ao mundo em 80 dias"
    252 palavras | 2 páginas
  • Resenha sobre o livro "o que é realidade"
    1314 palavras | 6 páginas
  • Resenha sobre o livro o vendedor pit bull
    1191 palavras | 5 páginas
  • Algumas considerações sobre o livro de maldidier
    902 palavras | 4 páginas
  • SOBRE O LIVRO DE JEREMIAS
    2338 palavras | 10 páginas
  • O mundo de ponta cabeça
    2233 palavras | 9 páginas
  • RESENHA CRÍTICA SOBRE O DOCUMENTÁRIO “ESCOLARIZANDO O MUNDO – O ÚLTIMO FARDO DO HOMEM BRANCO”
    742 palavras | 4 páginas