Resenha texto: instrumentalidade no trabalho do assistente social

672 palavras 3 páginas
Resenha Texto: Instrumentalidade no Trabalho do Assistente Social
Autora – Yolanda Guerra

Desde os tempos primórdios o homem busca a satisfação pessoal dos seus desejos e necessidades, e para consegui-lo ele planeja suas ações e decide qual a melhor forma de alcançar seu objetivo,dessa forma o homem planeja,constrói e é capaz de modificar e modernizar as suas ferramentas de trabalho e sendo assim é o único ser pensante, capaz de fazer uma analise crítica dos seus anseios e apropriar-se da natureza a fim de melhorar sua própria vida e isso faz parte do processo de trabalho que está relacionado da produção de bens materiais úteis que são capazes de satisfazer algumas necessidades pessoais dos seres humanos.
O Serviço Social é uma profissão nova e em construção, que está sendo pautada no acordo com suas solicitações apresentadas pela sociedade dentro do seu campo de atuação. É preciso estar qualificado para conseguir o trabalho com qualidade, em respeito ao cidadão usuários das políticas sociais e pelo fortalecimento da profissão
No texto “A Instrumentalidade no Trabalho do Assistente Social” , Guerra afirma que a instrumentalidade dos profissionais da área e do Serviço Social pode ser pensada como uma condição sócio-histórica da profissão nos níveis da instrumentalidade do Serviço Social em face do projeto burguês; da instrumentalidade das respostas profissionais; e da instrumentalidade como uma mediação.
Em relação à instrumentalidade em face do projeto burguês, a

Relacionados

  • A Instrumentalidade no Trabalho do Assistente Social
    1204 palavras | 5 páginas