Resumo A Busca De Le Corbusier Pela Forma Ideal

3435 palavras 14 páginas
Na década de 1920 na Europa, na Rússia e nos Estados Unidos, assistem ao desenvolvimento do chamado “Estilo Internacional”, uma linguagem de expressão que foi mais do que um mero estilo e uma revolução nas técnicas construtivas. Essa nova arquitetura, ou seja, esse “Estilo Internacional” deu corpo a novas ideias e visões do mundo. Nisto se destacam alguns arquitetos e um exemplo é Le Corbusier, cujo vasto mundo imaginativo incluía uma visão da cidade ideal, uma filosofia da natureza e um forte senso de tradição.
Le Corbusier (Charles Edouard Jeanneret) nasceu na cidade suíça de La Chax-de-Fonds em 1889. Em 1902, aos 15 anos de idade, ganhou um premio na Exibição de Turim, ao fazer uma caixa de relógio. O arquiteto e professor Suíço,
…exibir mais conteúdo…
Ele precisava de um vocabulário de acordo com suas idéias e com seu gosto pela geometria, mas isto precisaria estar de acordo com o mundo mecanizado ao seu redor. Ele também precisava de formas de apelo universal e as pinturas puristas lhes forneciam isso, assim ele acreditaria que formas geométricas precisas e puras seriam as mais adequadas para a idade da máquina.
Adota o nome de Le Corbusier e funda a revista L’Espirit nouveau (“O Novo Espírito”) com Amédée Ozenfant, em 1920, em Paris. Na revista ele dizia que havia um novo espírito de construção e síntese guiado por uma concepção clara.
Em 1923, publicou o livro “Vers une architecture” (Verso uma Arquitetura), nele o autor apresentava uma linguagem arquitetônica sintonizada com a era da máquina, que ele dizia sentir ao seu redor. O livro enfatizava o valor poético da forma escultórica. Sobre a forma ele fala que o arquiteto, ordenando formas, realiza uma ordem que é pura criação de seu espírito; pelas formas afeta nossos sentidos provocando emoções plásticas. Neste livro ele fala também da nova residência com “uma máquina de morar”, e com isso ele queria dizer uma casa cujas funções haviam sido analisadas do térreo para cima e que fosse despojada ao máximo.
Ele afirmava que havia formas básicas e belas e sobre isso ele diz que a Arquitetura era um jogo dos volumes reunidos sob a luz e que

Relacionados

  • Le corbusier - modernismo
    1211 palavras | 5 páginas
  • Em busca de mim- RESUMO
    539 palavras | 3 páginas
  • Resenha crítica por uma arquitetura le corbusier
    3256 palavras | 13 páginas
  • LE CORBUSIER Maneira de Pensar o Urbanismo
    1405 palavras | 6 páginas
  • Por uma arquitetura, le corbusier
    2714 palavras | 11 páginas
  • Analise Arquitetonica Vila Shodhan - Le corbusier
    892 palavras | 4 páginas
  • URBANISMO LE CORBUSIER
    2331 palavras | 10 páginas
  • Urbanismo Le Corbusier
    2132 palavras | 9 páginas
  • Resumo memoria de jacques le goff
    3156 palavras | 13 páginas