Resumo Dilemas do nascimento - Paulo César Nascimento

2464 palavras 10 páginas
Paulo César Nascimento
Dilemas do Nacionalismo A literatura sobre nacionalismo é tão diversa que não há um consenso sobre a definição do termo, sua origem, sua essência se democrática ou autoritária, se é uma construção das elites ou um elemento primordial das comunidades humanas. O artigo trata dos principais debates da literatura sobre o nacionalismo e é dividido em três partes: a confusão conceitual entre Estado e nação, a dicotomia primordialismo versus modernidade e a diferença entre nacionalismo étnico e cívico.
A Confusão Conceitual entre Estado e Nação
Definição de Gellner – Nacionalismo: “princípio político que advoga a congruência entre Estado e Nação”. Advém da busca de movimentos nacionalistas de um Estado para suas
…exibir mais conteúdo…
(Apesar de ser uma compilação de conferências, remanejadas na forma de capítulos do livro)
Ele vai ai destacar como, a partir dos anos 60, as economias internacionais têm sido questionadas por uma nova divisão internacional do trabalho.
O autor vai então se interessar por um retorno, dentro desse contexto contraditório, às questões nacionais, ilustrada pelo renascimento paradoxal dos nacionalismos
Hobsbawm: adota uma definição minimalista de nação/ operacional: “qualquer corpo suficientemente grande cujos membros como membros de uma nação”. Para Eric Hobsbawn nações são construções, invenções humanas que existiram desde de tempos imemoriais, como reivindicam os ideólogos do nacionalismo, mas que surgiram em determinado contexto geográfico, socioeconômico e político, que ele identifica como sendo a Revolução Francesa, a ascensão da burguesia e das classes médias, e o surgimento de mercados nacionais na Europa.
O instrumentalismo – vertente dentro da escola modernista - enfatiza o caráter manipulador do nacionalismo. Para Benedict Anderson, as interpretações de Gellner e dos instrumentalistas reduzem o nacionalismo a uma doutrina inventada e manipulada por elites para mobilizar massas. Para ele a nação é uma comunidade imaginada porque ela vai além dos contatos face a face das pequenas localidades e só pode ser apreendida por abstenções da mente humana. Existe também um conflito sobre o locus original do

Relacionados

  • Resumo "as tranças de bintou"
    3560 palavras | 15 páginas
  • Monografia sobre impacto ambiental
    5124 palavras | 21 páginas
  • TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO UM FACILITADOR DA ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL
    9409 palavras | 38 páginas
  • TCC pec das domesticas
    6448 palavras | 26 páginas
  • O EXERCÍCIO DA MULTIPARENTALIDADE E SEUS EFEITOS
    15370 palavras | 62 páginas
  • História do cinema de animação
    7307 palavras | 30 páginas
  • ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA E HIPOTECA DE BENS IMÓVEIS As vantagens e desvantagens dos institutos como direito real de garantia imobiliário
    13694 palavras | 55 páginas
  • Etica
    13570 palavras | 55 páginas
  • LINGUA BRASILEIRA DE SINAIS
    19631 palavras | 79 páginas