Resumo Do Livro A Luta Pelo Direito

1048 palavras 5 páginas
Resumo da obra: “A luta pelo Direito”

A luta pelo Direito é um livro feito com a transcrição das palavras proferidas por Rudolf Von Ihering (Aurich, 22 de agosto de 1818 — Gotinga, 17 de setembro de 1892) quando palestrou no ano de 1872, na Sociedade Jurídica da capital da Áustria, em Viena.
Ihering foi um alemão que, ao lado de Friedrich Karl Von Savigny (Frankfurt , 21 de fevereiro de 1779 – Berlim, 25 de outubro de 1861), foi um dos mais reverenciados e influentes juristas alemães do século XIX; tendo deixado grandes estudos influenciadores em toda a cultura do mundo jurídico ocidental.
Ihering defende na sua obra que lutar é inerente ao Direito, sendo a luta um “trabalho eterno do Direito”. Afirmando que “a luta não é, pois, um elemento estranho ao direito, mas sim uma parte integrante de sua natureza e uma condição de sua idéia.
A obra passa múltiplas vezes a idéia de que à essência do Direito consiste na “ação”, no agir das pessoas em busca dos seus ideais, na luta diária por nossos objetivos. Percebe-se pela leitura da obra, que aquelas palavras não se direcionavam apenas aos operadores do direito, mas a sociedade de maneira geral.
Junto com a “ação” e a “luta”, Ihering defendia a idéia de “força” afirmando que o Direito “não é uma idéia lógica, porém idéia de força”, exemplificando a razão porque o símbolo da Justiça, “que sustenta em uma das mãos a balança em que pesa o Direito, empunha na outra a espada que serve para fazê-lo valer”. Ao mesmo tempo em que

Relacionados

  • resenha do livro a luta pelo direito
    1107 palavras | 5 páginas
  • Fichamento do livro a luta pelo direito
    1685 palavras | 7 páginas
  • A LUTA PELO DIREITO, DE RUDOLF VON IHERING
    2611 palavras | 11 páginas
  • resenha critica
    6554 palavras | 27 páginas
  • Fichamento livro "o que é ideologia"
    1359 palavras | 6 páginas
  • Resumo - a luta pelo direito
    1712 palavras | 7 páginas
  • Unidade 4 Comunica e expressao anhembi
    2470 palavras | 10 páginas
  • emile
    2479 palavras | 10 páginas
  • Grinberg, keila. o fiador dos brasileiros – cidadania, escravidão e direito civil no tempo de antonio pereira rebouças.
    1530 palavras | 7 páginas
  • Resumo Crítico - A Beleza e A Inveja, Guia Politicamente Incorreto da Psicologia
    1271 palavras | 6 páginas